Professora é espancada por mãe de aluno na frente da diretora de escola

Publicado em quarta-feira, outubro 8, 2014 ·

espancadaUma professora de Educação Física foi agredida pela mãe de uma aluna nesta terça-feira (7) em uma escola em São Vicente, no litoral de São Paulo. A vítima, que prefere não se identificar, diz que deu uma bronca nos estudantes da 4ª série após eles terem se machucado durante uma partida de handebol. A jovem, filha da agressora, começou a discutir com a docente, que a colocou para fora da aula. Minutos mais tarde, a mãe da aluna fez ameaças pelo Facebook, foi até a unidade e a agrediu na frente da diretora da escola.

De acordo com a professora, minutos após ela discutir com a estudante, uma postagem feita pela mãe da menina surgiu em sua página no Facebook. Na internet, a agressora dizia que a docente teria praticado bullying contra a menina. “Ela falava que eu tinha xingado a filha dela de ‘gorda e maldita’ e que não ia deixar isso barato. Fiz um ‘print’ da página e fui avisar a minha diretora sobre a postagem. Quando entrei na sala da direção, a mãe já estava lá, falando com as diretoras. Aproveitei e fui me apresentar para a mãe, até para esclarecer tudo. Nessa hora, ela começou a me agredir, pegou um porta-lápis e bateu na minha cabeça. Eu fiquei zonza e caí no chão, então ela começou a me bater e me chutar”, afirma.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Professora agredida diz que não consegue mexer os dedos (Foto: LG Rodrigues / G1)
Professora agredida diz que não consegue mexer
os dedos (Foto: LG Rodrigues/G1)

Após as agressões começarem, as diretoras tentaram separar as duas. “Depois disso, os funcionários colocaram ela para fora. Ela ainda pegou uma pedra e tentou entrar na escola novamente, mas foi embora me xingando e fazendo ameaças. Acredito que a menina possa ter dito para ela que eu a xinguei, logo após tê-la expulsado da aula, mas é um absurdo, professor nenhum pode falar isso”, diz.

A professora trabalha na instituição desde janeiro. Ela diz que ensina Educação Física desde 2006 em cidades da Baixada Santista e que a aluna não era problemática. “A menina é um amor, não dá trabalho, só foi infeliz em querer bater boca comigo, por isso a coloquei para fora da sala de aula”, explica.

A professora chorou ao relembrar a agressão e diz que não sabe se voltará a dar aulas. Ela teve que tomar pontos na cabeça, devido às pancadas que recebeu com o porta-lápis. Também sofreu arranhões nos dois braços, além de não conseguir mexer os dedos da mão direita. Ela irá se apresentar no Instituto Médico Legal (IML) de Santos nesta quarta-feira (8). O caso foi registrado na Delegacia da Mulher de São Vicente, que investigará o crime. Uma manifestação, em defesa da professora agredida, será realizada por alunos da escola.

Mãe de aluna arranhou o braço de professora em São Vicente (Foto: LG Rodrigues / G1)Mãe de aluna arranhou o braço de professora em São Vicente (Foto: LG Rodrigues/G1)

G1

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627