Prioridade do governo deve ser saúde, violência e inflação, diz pesquisa

Publicado em quinta-feira, Janeiro 22, 2015 ·

dilmaA Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou nesta quinta-feira (22) dados de pesquisa do instituto Ibope Inteligência, encomendada pela entidade, na qual os entrevistados apontam a melhoria dos serviços de saúde como a medida prioritária a ser adotada no segundo mandato do governo da presidente Dilma Rousseff. Em segundo lugar, aparecem empatados o combate à violência e à criminalidade e o controle da inflação.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

PRIORIDADES PARA O SEGUNDO MANDATO DE DILMA
Melhorar os serviços de saúde 51%
Combater a violência e a criminalidade 29%
Controlar a inflação 29%
Aumentar o salário mínimo 28%
Melhorar a qualidade da educação 24%
Combater a corrupção 24%
Aumentar o combate às drogas 20%
Reduzir os impostos 18%
Promover a geração de empregos 14%
Reduzir os gastos públicos 11%
Ampliar os programas de combate à pobreza 10%
Ampliar os programas de habitação/moradia popular 6%
Ampliar os programas sociais como Bolsa Família etc. 6%
Obs.: a soma dos percentuais não resulta em 100% porque a pesquisa permitiu múltiplas respostas
Fonte: Confederação Nacional da Indústria/Ibope Inteligência

De acordo com a CNI, foram entrevistadas 2.002 pessoas em 142 municípios entre os dias 5 e 8 de dezembro. Segundo a assessoria da entidade, o resultado foi divulgado somente agora, um mês e meio depois, devido ao período necessário para a sistematização dos dados.

Entre 13 itens (veja na tabela), as preocupações com a saúde e com a criminalidade já apareciam em primeiro e segundo lugar, respectivamente, na edição anterior da pesquisa, em 2012. Mas, naquele ano, a inflação era a décima prioridade – agora, está em segundo.

Em 2012, 55% dos entrevistados apontaram a saúde como prioridade e em 2014, 51%; o combate à violência e a criminalidade foi apontado como prioridade por 30% em 2012 e por 29% em 2014; o controle da inflação era prioridade para 12% em 2012 e para 29% em 2014 – a pesquisa permitia múltiplas respostas.

Problemas
Os pesquisadores também perguntaram aos entrevistados quais são os principais problemas do Brasil.

Entre 20 itens, as drogas mantiveram o primeiro lugar (67%). Em segundo lugar, ficou a violência (65%),  em terceiro, a corrupção (62%) e, em quarto, a saúde (58%). A inflação apareceu em quinto, com 49% – em 2012, era o 17º problema, com 29%.

Dentre os 20, os itens que receberam menos menções como “problemas” são falta de moradia (28%), degradação do meio ambiente (28%), trânsito (27%), saneamento básico (26%) e lixo (22%).

G1

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627