Presidiários da PB lideravam sequestros, roubos de veículos, assaltos e explosões a bancos em três estados do Nordeste

Publicado em quarta-feira, janeiro 9, 2013 ·

A Polícia Civil da Paraíba deflagrou na terça-feira (8), na cidade de Patos, Sertão paraibano, a ‘Operação Oásis’ e constatou a participação de três presidiários da Paraíba em uma quadrilha especializada em sequestro, roubos de carros, assalto e explosões de agências bancárias em três estados do Nordeste: PB, PE e RN. Um foi preso na saída da penitenciária.

De acordo com o delegado regional de Polícia Civil de Patos, Danilo Orengo, as investigações começaram há cerca de quatro meses após uma série de assaltos a correspondentes bancários em Patos e cidades da região. Durante o levantamento de dados, os policiais constataram que o chefe dos criminosos é um empresário do ramo de medicamentos conhecido como ‘Júnior dos Remédios’.

“As investigações foram se aprofundando e constatou-se que o Júnior e seus comparsas sequestraram um advogado na cidade de Mossoró (RN). Júnior foi preso em dezembro do ano passado em poder de uma camioneta Hilux SW4 pertencente ao advogado que já está com o veículo”, relatou o policial, informando que a quadrilha de ‘Júnior dos Remédios’ explodiu uma agência bancária em Mossoró.[bb]

Danilo Orengo disse que foram cumpridos três mandados de prisão e um deles foi na saída do Presídio Regional de Patos. “Ribamar Lourenço Soares, conhecido por Alemão foi preso quando saía do presídio, onde cumpre pena no regime semi-aberto. Os outros mandados foram contra ‘Júnior dos Remédios’ e Fabrício Alves da Costa, conhecido por “Nego”, ambos estão presos desde o ano passado. Os dois últimos foram ouvidos na delegacia de Patos e em seguida voltaram para o presídio”.

O delegado ressaltou que a Justiça Criminal de Patos expediu mais três mandados de prisão que deverão ser cumpridos em breve. “Mais três integrantes da quadrilha deverão ser presos em breve. Com a prisão de ‘Junior dos Remédios’ desde o ano passado a quadrilha foi sendo dizimada”. Ainda foram expedidos 9 mandados de busca de apreensão. Segundo a Polícia Civil, os acusados serão indiciados por formação de quadrilha e pelo crime de roubo em concurso material.

Hyldo Pereira

Comentários

Tags : , , , , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627