Prefeitura Municipal de Bananeiras divulga nota esclarecendo acordo com magistério

Publicado em sexta-feira, junho 3, 2011 ·

martaA PREFEITURA MUNICIPAL DE BANANEIRAS, através da Secretaria de Educação comunica aos seus munícipes que cumpriu integralmente o acordo firmado com os profissionais do magistério público municipal, como vem cumprindo sempre, ao longo da atual administração, marcada sempre pelo diálogo respeitoso entre as partes.

No mês de abril ultimo, ao contra-cheques dos professores foi acrescido 15% (quinze) por cento de retroativo, correspondente a 5% (cinco) por cento dos meses de janeiro, fevereiro e marco, além de um acréscimo de 10% (dez por cento) no piso salarial que, de acordo com  a lei deveria ser de R$ 754,00 e foi fixado em R$ 823,00, uma vez que o Município de Bananeiras vem pagando acima do piso nacional desde janeiro de 2009.

Ficou acertado por ocasião do ultimo encontro que depois da decisão do Supremo Tribunal Federal as partes voltariam a se reunir, o que não ocorreu ainda, devido a ausência do técnico que elaborou o Estatuto do Magistério, pois todas as demais reivindicações dependem de reforma do Estatuto, o que depende da aprovação de dois terços da Câmara de Vereadores, pois se trata de Lei Complementar.

A decisão do Supremo não obriga o município a fixar sua carga horária em 30 horas, todavia, o Município concorda plenamente com  esse acerto, devendo porém, modificar  a lei básica do Magistério.

A gestão municipal foi surpreendida com o anuncio de greve, precipitado e sem qualquer diálogo prévio anunciado pelos professores quando se preparava para retomar as conversações.

Diante disso, a  gestão municipal de educação anuncia que recorrerá à Justiça para reconhecer a ilegalidade da greve e mandará cortar o ponto de todos os faltosos até a  partir da próxima segunda feira, só retomando o diálogo, após o retorno dos professores à suas respectivas salas de aulas.

Por fim, a administração municipal lamenta que os professores estejam servindo de massa de manobra para raivosos adversários que se utilizam dos professores visando captar votos para as próximas eleições.

Mesmo assim, a administração municipal reafirma seu propósito de remunerar bem os seus professores e de retomar o diálogo, a qualquer hora, desde que cumpridas as condições exigidas.

Assessoria

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627