Prefeito é alvo de denúncias por montar suposto esquema de distribuição de água

Publicado em terça-feira, Janeiro 27, 2015 ·

secaEm pleno século XXI, a indústria da seca continua beneficiando políticos brasileiros, que se aproveitam do fenômeno climático para explorar eleitores e tirar dividendos nas urnas. Pelo menos foi o que revelou uma reportagem produzida pelo jornalista paraibano Daniel Motta e veiculada no Repórter Record Investigação.

A reportagem mostrou os efeitos da seca no cariri e agreste da Paraíba, passando por algumas das cidades mais afetadas pela falta de água em cidades como Santa Luzia, Montadas, Boqueirão e São João do Cariri. A má qualidade na água e os esquemas de favorecimentos de gestores, foram mostrados em rede nacional.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em Montadas, agreste, os repórteres Marcus Reis e Daniel Mota descobriram um esquema de favorecimento na distribuição de água. Só quem votou no prefeito tem acesso ao precioso líquido. Raimundo, aposentado, deficiente físico é uma das vítimas da “lista da sede” e denuncia: “Se o cara não votar no partido do prefeito não tem direito a nada”. Seu Raimundo peregrinou em busca de solução na prefeitura, mas nenhum funcionário se dispôs a resolver o seu problema. Somente quando a reportagem apareceu, foi que o funcionário responsável pela distribuiição de água no município e um secretário se apresentaram. Eles negaram o esquema de favorecimento.

Todo esquema foi denunciado por um ex-funcionário da prefeitura de Montadas. Segundo ele, apenas os eleitores que votaram no atual prefeito, teriam seus nomes inscritos na “a lista da seca”, e, consequentemente, o direito a água distribuída através de carros pipas. E quem não votou no prefeito não teria direito de receber água através dos carros pipas.

O prefeito, Jairo Herculano de Melo alvo das denúncias, negou o suposto esquema de favorecimento na distribuição da água, para garanti apenas para os seus correligionários.

Em meio a seca que castiga a região, a Repórter Record, teve acesso a imagens que mostram correligionários, e o próprio prefeito tomando “banho” de champanhe em praça pública. “Onde falta água, sobra champanhe”, afirma o apresentador Domingos Meirelles, apresentador do programa. A cena deixou a população revoltada.

O gestor será investigado pelo ministério público e poderá responder por crime eleitoral.

Procurado pela equipe de reportagem o prefeito negou todas as denúncias e, afirmou que, tudo não passava de um mal entendido causado pela oposição. A reportagem mostrou ainda o drama de uma catadora de lixo, que usa água de má qualidade, tirada em um reservatório da cidade.

http://noticias.r7.com/reporter-record-investigacao/videos/50-anos-de-seca-sem-agua-veja-como-sobrevive-a-populacao-do-sertao-da-paraiba-27012015

PBAgora com Repórter Record

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627