Potter: “Aviso aos preconceituosos: o Nordeste não definiu a eleição sozinho”

Publicado em segunda-feira, outubro 27, 2014 ·

Potter: "Aviso aos preconceituosos: o Nordeste não definiu a eleição sozinho" Reprodução/Twitter

Foto: Reprodução / Twitter

Acabada a matemática que garantiu mais 4 anos ao PT no governo federal — capitaneados por Dilma Rousseff — e as redes sociais foram inundadas de preconceitos. E a população do Norte e do Nordeste começou a ser bombardeada. Muitos dos que não concordaram com o resultado do pleito destilaram ódio xingando e acabando com a índole e o cérebro de quem nasceu nessas regiões brasileiras.

Destruir seres humanos por região geográfica além de feio é crime. Achar que quem pensa diferente de você é um imbecíl, é tacanhez. Os 700 mil votos de diferença pró-Dilma no Rio de Janeiro e os 500 mil votos, também pró-Dilma, em Minas Gerais, contribuíram, e muito, para a reeleição da presidente. Ou seja: se Aécio vencesse nesses Estados, se essas diferenças fossem a favor dele, o Brasil teria uma eleição ainda mais acirrada.

O Bolsa Família garantiu votos ao PT. Absurdamente claro. Ela diminuiu a pobreza e esse texto não é sobre ela. Mas não foi somente ela que garantiu a reeleição. Além disso, a migração para o Sudeste vem diminuindo nos últimos 10 anos. Nem a “tese” de que “ganham” o Bolsa Família no Nordeste e vão para São Paulo viver cabe mais (também outro assunto).

 

Entendo a raiva de antipetistas. Manchetes de corrupção surgem com assiduidade contra o partido. Muitos brasileiros até entendem corrupção em outras siglas, mas se sentem traídos quando essa palavra está linkada ao PT: um partido que surgiu se inflando de ética desde o seu nascedouro. O PT apanhou feio nessa eleição. Perdeu Estados, perdeu maioria em municípios, viu quase metade da população brasileira votar contra ele. E a culpa disso também é do Partido dos Trabalhadores.

O discurso de separar contribuiu. Pobres e ricos, etc versus ETC, tudo isso ajuda no preconceito de achar que Norte e Nordeste brasileiro pensam errado. Mas, intrínseco, em cada tuíte ou postagem contra um nordestino está o absurdo do preconceito, da estupidez e do mais perigoso sentimento humano.

Amigos preconceituosos: ser assim mancha sua timeline. Acaba com a possibilidade de entendimento e de crescimento do país. Mas pior que “botar a culpa” no Norte e no Nordeste é errar o alvo. Minas Gerais e Rio de Janeiro, dois ricos e populosos Estados da federação, dois gigantescos colégios eleitorais brasileiros, principalmente as Minas Gerais que, outrora, foi governada por Aécio, no final das contas, se o PSDB tivesse vencido neles, a faixa de presidente poderia ter ido para o peito do neto de Tancredo Neves. Um 60% a 40% (votos válidos) pró-Aécio em Minas garantiria vitória, por exemplo (mesmo sabendo que o norte do Estado tem penetração forte do governo federal, o que uma vitória tucana derrubaria). Sem precisar dos votos do Nordeste, por exemplo. Importante: quando FHC foi eleito, nas duas vezes, venceu no Nordeste. Naquela época não existia Facebook para eu ver preconceito ou ele não existia? Aliás, também deu Collor no Nordeste em 1989.

E só não estou escrevendo um texto contra os preconceituosos do Facebook e do Twitter que chamam todo mundo que votou no 45 de playboy e patricinha porque Aécio perdeu. Se tivesse ganho, inevitavelmente isso aconteceria.

Desculpas pelos xingamentos preconceituosos contra vocês, nordestinos e nortistas. Muita gente não soube avaliar bem o pleito mais emocionante da nova democracia brasileira. E muita gente é preconceituosa mesmo.

 

 

 

Zero Hora

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627