Posto do Hospital Unimed JP aplicará vacinas contra poliomielite neste sábado

Publicado em sexta-feira, junho 15, 2012 ·

 

Sábado (16) será o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite 2012, que tem como público-alvo as crianças menores de cinco anos de idade (0 a 4 anos, 11 meses e 29 dias). Um dos postos de vacinação de João Pessoa funcionará no Hospital Unimed JP, que atenderá, inclusive, as crianças que não têm plano de saúde.

O atendimento no posto de vacinação do Hospital Unimed JP, que fica no térreo, ao lado do Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI), será das 8h às 17h. Ao se dirigir ao local, os pais ou responsáveis pelas crianças devem levar o cartão de vacinas.

O Ministério da Saúde lembra que a vacina oral é segura e que há poucos relatos de reações adversas. A dose deve ser evitada apenas se a criança apresentar febre ou algum tipo de doença aguda. Este ano, serão distribuídas 23 milhões de doses em todo o país.

A campanha é promovida em todo o Brasil pelo Ministério da Saúde. Na Unimed JP, a ação é coordenada pela Secretaria de Promoção da Saúde através de uma parceria com a Secretaria da Saúde de João Pessoa. A iniciativa faz parte das ações desenvolvidas pela Cooperativa para proporcionar mais qualidade de vida para toda a população.

ESTRUTURA

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite 2012 tem como meta imunizar 13,5 milhões de crianças, que representam 95% do público-alvo definido pelo Ministério da Saúde (14,1 milhões). Neste ano, a imunização será feita em dose única, com duas gotinhas.

Neste sábado, estarão funcionando 115 mil postos de vacinação em todo o Brasil. Ao todo, 350 mil profissionais de saúde devem participar da ação, que vai contar ainda com 42 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

O secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, informou que o Brasil realiza a campanha desde 1980 e não registra casos de pólio há 23 anos. Em 1994, o país recebeu o certificado de erradicação da transmissão da doença. Entretanto, 16 países ainda registram casos, sendo três deles com situação endêmica – Afeganistão, Paquistão e Nigéria. De acordo com Barbosa, enquanto não houver eliminação global, será necessário ter uma estratégia de vigilância epidemiológica boa e manter a vacinação.

Com informações da Agência Brasil

Núcleo de Assessoria de Imprensa para o Focando a Notícia

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627