Por que os pobres do sertão paraibano amam o papa Francisco

Publicado em quinta-feira, agosto 8, 2013 ·

artigodjacy

Depois da visita do Papa Francisco ao Brasil, fiz questão de perguntar ao povo da minha paróquia e de outras comunidades vizinhas ou não, porque o Papa era tão querido, aplaudido e admirado. Foram muitas as respostas. E todas essas respostas vieram de pessoas pobres, humildes, que carregam a cruz pesada e dolorosa do sofrimento.

Foi sobretudo nas comunidades rurais, onde pude ouvir respostas comoventes, dignas de uma reflexão profunda por todos os pastores católicos, que se dizem missionários do Senhor.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Particularmente, confesso, fiquei comovido com o que ouvi da boca das pessoas marcadas pelo drama da pobreza, da exclusão, da injustiça social etc. a respeito desse grande Papa profeta da vida, da justiça e da paz.

Vejam o que disseram sobre o Papa Francisco. Transcreverei as respostas, respeitando a linguagem peculiar dos irmãos sertanejos.

-Esse Papa veio do céu para amar a gente. Ele é bom demais, nunca vi Papa assim como esse. Ele é demais. Pense num Papa bom para nós pobres?

-O Papa Francisco é bom demais, só fala nos pobres, nas pessoas que passam necessidades, ele tem um coração muito grande.

-Ave Maria, esse Papa veio para amar e proteger os pobres do mundo. Graças a Deus, agora temos um Papa que fala por nós.

-Padre Djacy, esse Papa foi enviado por Deus para falar pelos os pobres. O senhor nem sabe como estou feliz com esse novo Papa.

-Eu gosto dele porque é humilde, pega na mãos das pessoas, não tem besteira, orgulho, vaidade. Ele é igual a Frei Damião e ao padre Cícero.

-Seu Padre, vou falar a verdade, tenho 73, nunca vi um Papa tão humilde, simples, do povo. Meu Deus, esse Papa vai ser nosso defensor, nossa esperança.

-Gostamos do Papa Francisco porque ele vive o evangelho, ama os pobres, os doentes, fala de vida, de amor, de libertação.

-Esse Papa, se não mudar, por causa do poder, ele vai incomodar muita gente que tem poder, inclusive da Igreja.

-Sei não, mas tenho impressão que o Papa Francisco veio como um enviado de Deus para libertar os pobres dos seus sofrimentos.

-Padre Djacy, ontem vi na televisão o papa Francisco entrando numa favela para visitar uma família. Ele falou com todo mundo. Ele é humilde mesmo. É assim que a gente gosta.

-No dia que o Papa visitou uma favela eu fiquei pensando: por que os padres não visitam os pobres, as casas da gente? Por que eles não fazem como esse Papa, que ama os pobres, abraça as pessoas, beijam as crianças?

-Quando o Papa estava no Brasil, eu não saia da televisão, achando tão bonito o Papa abraçando as pessoas, beijando as crianças, visitando uma favela, falando de Deus e rezando…

-Com esse Papa dando exemplo de humildade e simplicidade, espero que os bispos, padres, freiras, façam a mesma coisa que o Papa.

-Eu amei o Papa, chorei quando ele foi embora. Meu Deus, tão bonzinho, tão humilde, tão simples. Chorei quando vi o Papa entrando no avião. Esse Papa merece o respeito e o amor do mundo todo.

-Um Papa como esse, só se for no céu. Ele é um profeta que fala em defesa dos humildes, dos pobres, dos marginalizados, dos sem vez e sem voz. Espero que a Igreja siga o exemplo do Papa Francisco.

-A Igreja Católica perdeu fiéis porque muitos padres não estão nem aí com as pessoas sofridas, necessitadas, que passam todo tipo de necessidade. Espero que todos sigam o exemplo desse Papa que fala por nós.

-Bom, o que eu observo é que esse Papa fala a linguagem do povo, uma linguagem que dá para todo mundo entender. Ele fala bem claro e objetivo. Ele vai direto ao assunto. Ele não tem rodeio, seu padre.

-Eu penso que esse Papa vai fazer uma grande mudança na vida da Igreja Católica, a começar por cima.

-Se não fosse Papa Francisco, meu Deus, nem sei o que seria dessa nossa Igreja Católica. A coisa tava feia mesma, entendeu padre?

-Ele é de Deus mesmo. O homem é simples demais. Rejeitou luxo, carro de luxo, quarto de luxo, ele até carrega a mala na mão.

-Eu amo esse Papa porque ele ama e defende os pobres. Ele é dez. Os pobres estão felizes com esse Papa abençoado.]

-Ele parece com Dom Hélder. Dom Helder era do povo, defendia o povo, falava pelo o povo. Eu era do sindicato dos trabalhadores, e assisti muitas reuniões com ele. Esse bispo que defendia o povo. O Papa Francisco parece que foi mandado por Deus e Dom Hélder.

-Esse Papa é uma benção, ele transmite muita paz, amor e alegria. Parece que é um anjo de Deus na terra. Estou tão feliz com esse Papa pobre, humilde, do povo.

-Padre Djacy, eu vi pela televisão ele dizendo que os Bispos e os Padres eram para ficar no meio do povo, ir para rua, periferia. Parece que não me engane, ele disse que os Bispos eram para ter cheiro do povo. Foi mais ou menos assim que eu ouvi na televisão.

Todas essas respostas demonstram que o povo sofrido de Deus tem fome e sede de pastores-Papa, Bispos e Padres – profetas comprometidos com sua libertação, a exemplo de Jesus Cristo, que passou a vida defendo os excluídos, os marginalizados, de sua época: “eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância”.

Padre Djacy Brasileiro

 

O texto é de inteira responsabilidade do assinante

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627