investigação

Policial morto em Tacima/PB, teria se identificado antes do conflito e foi perseguido, diz jornal

Publicado em segunda-feira, novembro 4, 2019 ·

O cabo da Polícia Militar da Paraíba, morto na última terça-feira (29) após suposto confronto com três policiais militares do Estado do Rio Grande do Norte na cidade de Tacima (PB), teria sido perseguido antes de ser morto. É o que afirma o jornal potiguar Tribuna do Norte em sua versão online.

De acordo com notícia publicada no final de semana e baseada nos depoimentos de 12 testemunhas, Edmo Tavares teria se identificado antes do conflito. Mesmo assim, os três policiais , que estariam cumprindo um mandado de prisão na Paraíba, teriam feito um disparo que atingiu Edmo na perna.

Mesmo ferido ele teria conseguido andar cerca de cem metros até o carro. Já no veículo o homem teria batido em uma cerca e até pulado o muro de uma casa para tentar evitar o confronto. “Para tentar se proteger, o policial pulou o muro de uma casa, mas logo foi alcançado pelos três PMs”, diz a notícia.

O resultado da necropsia foi divulgado na semana passada e mostra que o policial foi ferido com quatro disparos de arma de fogo, uma na perna, um no queixo e dois no tórax.

A investigação está sendo realizada pela Delegacia de Solânea na Paraíba. Os três policiais investigados pertencem ao setor de inteligência do Oitavo Batalhão do Rio Grande do Norte e foram afastados para prestar serviços em outros setores.

Blog do Pedro Júnior

Fontes: Márcio Rangel e Tribuna do Norte

 

 

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627