Polícia Já registrou mais de 500 homicídios na PB em 2011; 80% tem ligação com o trafico de drogas

Publicado em sábado, Maio 21, 2011 ·

claudio-lima-sspA violência é um problema que afeta todo o País e na Paraíba não te sido diferente. De acordo com o Secretário de Segurança Pública, Cláudio Lima, somente este ano (2011), pouco mais de 500 pessoas foram assassinadas na Paraíba e mais de 80 por cento dos casos tem ligação com o trafico de drogas.

A revelação foi feita pelo secretário durante uma sessão especial na Assembléia Legislativa para discutir o problema da violência no Estado. Ele fez questão de dizer que a polícia tem trabalhado muito, tanto a Polícia Militar nas ruas com um trabalho ostensivo, como a policia civil abrindo inquéritos e fazendo investigações.

Ele disse que apesar dos números altos, a Paraíba ainda esta nunca situação melhor que outros estados brasileiros. Como exemplo, ele disse que a Organização Mundial de Saúde tem como parâmetro nos países considerados de primeiro mundo, na Europa e também nos Estados Unidos, o percentual é de dez homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes.

No Brasil nos grandes centros urbanos como Rio de janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e em outras cidades consideradas de grande porte, o número de mortes violentes fica em torno de 60 para cada grupo de cem mil habitantes. No caso da Paraíba, ele informou que o percentual é de 39,4 mortes para cada grupo de cem mil habitantes e em Pernambuco, o número sobe para 57 assassinatos para cada grupo de cem mil habitantes.

Com base em informações do Sistema Data Sus, o Secretário Claudio Lima disse que cada grupo de cem pessoas assassinadas na Paraíba, 90 são homens, nove são mulheres e um homossexual e a idade varia entre 15 e29 anos. Ele salientou que em janeiro 128 pessoas foram mortas na Paraíba, em fevereiro o número caiu para 123, voltando a subir para 141 em março e continuou caindo para 97 mortes em abril passado.

O Secretário de segurança disse que a polícia tem dificuldades para investigar os homicídios porque as pessoas têm medo de passar informações e às vezes no local do crime impera a lei do silêncio. Outro agravante que prejudica a policia é o fato de que muitos homicídios são ligados ao trafico de drogas e as pessoas têm medo de dizer alguma coisa e depois também ser vítima.

“A polícia tem trabalhado muito e nós estamos investindo nos serviços de inteligência. Somente este ano nós prendemos 39 assaltantes de banco, Pernambuco prendeu 21 e o Rio Grande do Norte só prendeu nove. É preciso esclarecer que em muitas das prisões feitas em outros estados nós também tivemos participação através da troca de informações. Tudo isso é uma prova de que nós estamos trabalhando”, comentou.

Paraíba.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627