Polícia distribui mandados de prisão e Eduardo Paredes passa a ser procurado em todo o Brasil

Publicado em segunda-feira, Janeiro 16, 2012 ·

eduardo-paredesA Polícia Civil da Paraíba distribuiu o mandado de prisão preventiva do psicólogo Eduardo Paredes para todas as polícias e serviços de investigações e capturas de todo o Brasil. Paredes é acusado de causar a morte de duas pessoas em acidentes de trânsito da Capital e uma das vítimas foi a defensora pública Fátima Lopes. A outra vítima foi à dona de casa Maria José que morreu na Avenida Hilton Souto Maior, em Mangabeira.

Na manhã de ontem, o delegado Nélio Carneiro, que investiga os dois casos, disse que a Polícia Civil da Paraíba vai trabalhar de forma conjunta com outros Estados para tentar localizar e prender o acusado.  Nélio Carneiro explicou que o processo já tem cerca de 500 páginas e em média vinte pessoas já foram ouvidas.

Na manhã desta segunda-feira (16) dois filhos da defensora pública estiveram na Delegacia de Mangabeira e conversaram com o delegado Nélio Carneiro a respeito das investigações da prisão preventiva do psicólogo. José dos Santos Mendes e Davi Lopes contaram que estão acompanhando passo a passo os dois casos em que o psicólogo e apontado como principal suspeita e esperam e confiam na Justiça.

Paulo Cosme

Paraíba.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br