Petistas colocam cargos à disposição de Ricardo Coutinho e anunciam afastamento do partido

Publicado em sexta-feira, Janeiro 17, 2014 ·

ricardo-coutinhoApós receberem um ultimato do Partido dos Trabalhadores, os integrantes do governo Ricardo Coutinho (PSB) filiados à legenda já tomaram a decisão de colocar os cargos à disposição do governador. Eles ainda anunciaram o afastamento da agremiação partidária para se engajarem na campanha de reeleição do socialista, a fim de não sofrer represálias da direção estadual do PT.

O diretor da PBtur, Francisco Linhares, filiado ao PT há 26 anos, afirmou que a ideia já vinha sendo amadurecida desde o mês de dezembro quando a sigla decidiu notificá-los. “A decisão de participar do governo de Ricardo Coutinho foi pessoal e não houve nenhuma interferência do PT na indicação. Nós entendemos que não caberia ao partido essa postura, mas para evitar truculência e caça às bruxas, achamos por bem tomarmos essa decisão”, declarou.

Linhares assegurou que independente de continuar ou não no governo do estado, sua posição de defender a reeleição do governador Ricardo Coutinho está mantida. “Se ele achar que devemos permanecer, assim o faça, mas continuaremos trabalhando pela sua reeleição”, garantiu.

O diretor da PBtur também destacou que o PSB tem sido um aliado histórico do PT  e mesmo caminhando em campos opostos nas eleições deste ano, é possível que as duas legendas se entendam na administração que se inicia em 2015. “O PSB tem mais identidade com o PT do que o próprio PMDB, que se colocou contra o governo na discussão do Código Florestal, por exemplo. O PT e o PSB não têm grandes contradições, pois ambos defendem um projeto de esquerda e, por isso, não podemos nos tratar como inimigos”, pontuou.

Já o secretário executivo de Infraestrutura, Carlos Alberto, disse que se afasta do PT consciente de que tomou a melhor decisão.  “O governo Ricardo representa o que existe de melhor na Paraíba, em busca de desenvolvimento com justiça, democracia e respeito ao erário público e, por essa razão, queremos ajudar na reeleição do governador. Mesmo divergindo politicamente do partido, faço com a consciência de que estou fazendo o melhor pelo estado”.

Carlos Alberto informou ainda que a direção estadual do PT já foi comunicada da decisão através de uma carta aberta aos paraibanos e ao partido, assim como o governador, que deverá se pronunciar sobre o fato nos próximos dias. O secretário de Agricultura, Marenilson Batista, não assinou o documento subscrito pelos demais petistas ocupantes de cargos no governo estadual.

carta

 

carta1

 

carta1 carta2

carta3

Blog do Luís Tôrres

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627