Pesquisa revela que 78% dos brasileiros desconhecem a importância da Rio + 20

Publicado em sábado, junho 9, 2012 ·

Estudo divulgado pelo Ministério do Meio Ambiente, esta semana, revelou que 78% da população brasileira desconhecem a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. A pesquisa “O que o brasileiro pensa do meio ambiente e do consumo sustentável” ouviu mais de 2 mil pessoas em todo o País.

Pior: o levantamento também indicou que o meio ambiente é apenas o sexto principal problema do Brasil, apontado por 13% dos entrevistados. A situação da saúde (81%) é a maior preocupação, seguida da violência (65%) e do desemprego (34%).

De acordo com a pesquisa, os brasileiros também desconhecem os principais conceitos discutidos no evento. A noção de consumo sustentável, por exemplo, é ignorada por 66% do público. E 55% dos brasileiros ouvidos não sabem o que é desenvolvimento sustentável. Os pesquisadores percorreram casas em áreas urbanas e rurais de todas as regiões e entrevistaram pessoas maiores de 16 anos.

“É preocupante que a sociedade desconheça a importância do desenvolvimento sustentável para o futuro dos povos e para o cotidiano das pessoas” – lamentou o senador Cássio Cunha Lima, que promove enquete para colher sugestões dos paraibanos. (Para participar da PARAIBANARIO+20, basta acessar o site do senador: www.cassiocunhalima.com.br)

 

A pesquisa também questionou os hábitos dos brasileiros em relação às questões ambientais, ao consumo, a separação e a reciclagem do lixo. As belezas naturais do país são apontadas por 28% dos entrevistados como o principal motivo de orgulho do brasileiro.

Por outro lado, porém, mais da metade (52%) dos entrevistados não separam o lixo em suas casas e 58% não têm costume de levar sacolas retornáveis ao supermercado. Dentre os problemas identificados pelo público, o desmatamento é considerado o mais grave (67%). A poluição dos rios e lagoas (47%) e do ar (36%), o volume do lixo (28%) e o desperdício de água (10%) também foram citados.

A responsabilidade sobre os problemas, segundo os entrevistados, é dos governos estadual, municipal e federal, respectivamente. A responsabilidade individual ocupa apenas a quarta colocação, indicada por 46% do público. “É essa miopia que precisa ser corrigida. Os poderes públicos precisam, sim, fazer a parte deles. Mas não se muda a história se não houver mudança da mentalidade social. E só se muda mentalidade com conscientização” – alerta Cássio Cunha Lima.

Assessoria

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627