Perito confirma: adolescentes que se afogaram em Minas foram puxadas

Publicado em sexta-feira, junho 3, 2011 ·

ataque-no-rioA Polícia Civil voltou ao Rio Sapucaí, em Itajubá, no Sul de Minas, onde duas adolescentes se afogaram no início de maio para uma perícia. Com o apoio do Corpo de Bombeiros, o ponto do rio onde as meninas se afogaram foi medido e fotografado. A dúvida que persiste é se Michele Tainá Bittencourt, de 16 anos, e a amiga dela, Vanessa Cristina Moreira, de 17 anos, se afogaram sozinhas ou se foram atacadas por algum animal. Há várias interpretações para o caso, mas por enquanto não há nenhuma conclusão.

A polícia não acredita em ataque, contudo um dos peritos afirma que ‘nitidamente, as adolescentes foram puxadas. O vídeo, gravado por um celular, foi postado no Youtube e foi visto mais de 4 milhões de vezes. As imagens levantam suspeitas de que as adolescentes tenham sido atacadas por um animal.

A perícia separou cada um dos movimentos do vídeo que mostra os momentos anteriores e posteriores à morte das adolescentes em fotos. Cada uma das imagens está sendo estudada por especialistas.

Um dos pontos que a perícia quer esclarecer é algo parece se mover em um barranco. Para os peritos, se realmente houvesse algum animal ali, ele seria facilmente notado pelo grupo de pessoas. Para a tentativa de desvender o que se move na imagem, o barranco foi fotografado de vários ângulos. Uma das especulações é que seria uma cobra.

O delegado responsável pela investigação, Arilio Cléber Machado, acompanhou a perícia, que durou cerca de uma hora. Familiares das duas meninas foram ao local para acompanhar o trabalho dos peritos. Segundo o delegado regional de Itajubá, José Valter da Mota Matos, seis das 15 testemunhas do caso já foram ouvidas. Segundo ele, nenhuma delas notou qualquer animal no rio.

Pelo menos 15 pessoas se divertiam dentro e fora do Rio Sapucaí no dia do afogamento das adolescentes.

O delegado José Valter Matos disse que alguns ferimentos foram encontrados no corpo de uma das jovens, mas que, com base nos depoimentos que foram feitos até agora, eles não foram causados por um animal.

Segundo o perito Eliéber Teixeira, não está descartada a possibilidade de haver uma exumação do corpo, para que o caso seja esclarecido. O resultado da perícia sai em 15 dias.

O Globo

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627