PC registra aumento de 40% nas prisões de motoristas por infração à ‘Lei Seca’, em CG

Publicado em quinta-feira, Janeiro 29, 2015 ·

lei secaA Polícia Civil de Campina Grande, por meio da Delegacia Especializada em Acidentes de Veículos – DEAV, registrou, em 2014, um aumento de 40 por cento no número de prisões de motoristas por conduzirem veículos sob efeitos de álcool, comparando-se ao ano de 2013. A ação efetiva e constante dos policiais civis, em parceria com o Detran, CPTran e STTP, resultou em 140 prisões por infringência ao Art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro.

A Delegacia de Acidentes é responsável pela apuração dos crimes de lesão corporal e homicídio decorrentes de acidentes de trânsito, bem como os casos que envolvem o combate ao delito de embriaguez na direção de veículo automotor, cujo trabalho vem apresentando resultados significativos. O objetivo é minimizar os dados alarmantes relacionados ao número de vítimas da violência no trânsito, abrangendo-se, entre outros delitos, o comportamento imprudente dos condutores, falta de habilidade para conduzir veículos, omissão de socorro às vítimas e dolo eventual em trânsito.

A delegada titular da DEAV em Campina Grande, Dra. Ellen Maria, destacou a ação da Polícia Civil, nas chamadas “Megaoperações da Lei Seca”, em suas várias etapas, como “Força Conjunta pela Paz no Trânsito” e “São João Trânsito Seguro”.

“A PC desenvolve com excelência, as funções de Polícia Judiciária, mediante o uso da Delegacia Móvel nos locais das operações, com  cartório policial em pleno funcionamento, para a lavratura dos procedimentos no próprio local da prisão, de forma direta, garantindo, assim, uma maior segurança e rapidez na produção e respectiva juntada de provas no local, bem como resguardando de imediato os direitos daqueles que são autuados”, ressaltou.

Para o delegado Seccional da 10ª DSPC, Dr. Iasley Almeida, “esse trabalho mais intenso e qualificado voltado para o trânsito, resultou também na redução no número de procedimentos relativos a homicídios de trânsito (acidentes com morte) em 2014, chegando a 26,5% a menos, em relação aos procedimentos da mesma natureza lavrados no ano de 2013”, destacou o Dr. Iasley.

O delegado Seccional acrescentou que as ações empreendidas pela Polícia Civil, se evitou que mais vidas fossem ceifadas, principalmente pela irresponsabilidade de condutores que insistiam na prática do binômio Álcool + Direção Veicular.

“Essa atividade de repressão aos crimes no trânsito vai continuar em 2015. Um dos objetivos da Polícia Civil é promover a paz no trânsito com a redução da incidência de mortes e lesões corporais, em decorrência de acidentes automobilísticos, buscando, por derradeiro, uma maior conscientização dos condutores de motocicletas, face ao grande número de vítimas envolvendo esses veículos. Reconhecemos e agradecemos a todos os policiais civis empenhados no sucesso dessas operações”, finalizou o delegado.

 

Assessoria

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627