Paraíba já tem mais de 500 casos de microcefalia

Publicado em terça-feira, janeiro 5, 2016 ·

Créditos: Pedro de Paula/Futura Press/Estadão Conteúdo
Créditos: Pedro de Paula/Futura Press/Estadão Conteúdo

Passaram de 500 (504) os casos notificados de microcefalia relacionada ao zika vírus, na Paraíba, de acordo com Boletim Epidemiológico divulgado nesta terça-feira (05) pelo Ministério da Saúde. E eles já estão espalhados em 99 municípios paraibanos, o que representa 44,39% das cidades do Estado, que permanece como o 2º do Brasil em número de casos, perdendo apenas para Pernambuco, onde foram registrados 1.185. O número de óbitos suspeitos se mantém em cinco.

Em seguida, estão os estados da Bahia (312), Rio Grande do Norte (169), Sergipe (146), Ceará (134), Alagoas (139), Mato Grosso (123) e Rio de Janeiro (118).

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

As informações são referentes aos dados até o dia 02 de janeiro. Desde o início das investigações, foram notificados 3.174 casos suspeitos da doença em recém-nascidos de 684 municípios de 21 unidades da federação. Pela primeira vez,  está sendo investigado um caso no estado do Amazonas. Também estão em investigação 38 óbitos de bebês com microcefalia possivelmente relacionados ao vírus Zika.

Nesta terça-feira o Exército Brasileiro entrou na guerra contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya.

Os números de casos de microcefalia registrados em 2014 e começo de 2015 são muito maiores dos registrados nos anos anteriores. De 2010 a 2014, a Paraíba registrou apenas 21 casos de microcefalia em todo o Estado.

Os serviços de referência no tratamento dos casos de alto risco são: Maternidade Cândida Vargas, Maternidade Frei Damião e Hospital Universitário Lauro Wanderley (em João Pessoa), Maternidade Peregrino Filho (em Patos) e o Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea, em Campina Grande).

Para outros esclarecimentos, deve-se entrar em contato com o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), por meio do seguinte endereço eletrônico: cievs.pb@gmail.com ou pelo telefone: 0800-281-0023.

Correio da Paraiba

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627