Paraíba decreta emergência em cinco cidades; 51 sofrem com chuvas

Publicado em sábado, agosto 27, 2011 ·

chuva pbO Governo da Paraíba homologou na sexta-feira (26) os decretos de situação de emergência de cinco municípios da região Agreste, ainda em consequência das chuvas ocorridas desde maio deste ano. Os decretos foram publicados no Diário Oficial do Estado deste sábado (27), autorizando apoio suplementar em níveis estadual e federal para a recuperação de Alagoinha, Aroeiras, Montadas, Cabaceiras e Barra de Santa Rosa. Com estes, sobe para 51 o número de cidades em emergência no estado.

Nos decretos, as prefeituras argumentam a necessidade de recursos para a restruturação de áreas urbanas e rurais devido aos alagamentos e inundações. Com a aumento dos níveis dos rios e rompimento de açudes e barragens, foram danificadas casas e estabelecimentos comerciais, estradas e pontes, além de cultivos agrícolas de subsistências, principalmente de milho e feijão.

Nesta semana, uma barragem de propriedade particular rompeu em Itabaiana e destruiu um trecho de 200 metros da rodovia estadual PB-054, principal via de acesso à BR-230 e à capital, João Pessoa.

A previsão do secretário de Infraestrutura do Estado, Efraim Morais, é de que a reconstrução da estrada seja concluída em dois meses. A obra custará R$ 70 mil e será realizada pelo Departamento de Estradas e Rodagens (DER). O município já teve seu decreto de emergência publicado em julho.

Ajuda do Governo Federal Na quarta-feira (24), o Ministério da Integração Nacional liberou quase R$ 2 milhões para dez municípios paraibanos afetados pelas chuvas. As portarias publicadas no Diário Oficial da União facilitam a transferência dos recursos para socorro, assistência e restabelecimento dos municípios. As prefeituras terão o prazo de um ano a partir da data da publicação para utilizar os recursos.

Com R$ 200 mil foram beneficiados Rio Tinto, Mulungu, Pilar, Ingá, Natuba, Bayeux e Caaporã. Com R$ 180 mil, o município de Mogeiro; para o município de Queimadas foram destinados R$ 170 mil. Salgado de São Félix foi contemplado com a importância de R$ 150 mil.

De acordo com a Defesa Civil Estadual, apesar da agilidade dos processos, os municípios de Caldas Brandão e Cruz do Espírito Santo, também na região Agreste, ainda não apresentaram a Avaliação de Danos (Avadan). O documento é necessário para a liberação de verbas por parte do Governo Federal.

Municípios em situação de emergência As cidades que tiveram situação de emergência decretada pelo Governo do Estado são: Araçagi, Alagoinha. Alhandra, Alagoa Grande, Alagoa Nova, Arara, Areia, Aroeiras, Barra de Santa Rosa, Barra de Santana, Barra de São Miguel, Bayeux, Caaporã, Cabaceiras, Cabedelo, Caldas Brandão, Campina Grande, Conde, Cruz do Espírito Santo, Gurinhém, Ingá, Itabaiana, Itatuba, João Pessoa, Juarez Távora, Lagoa Seca, Lucena, Mamanguape, Mari, Massaranduba, Mataraca, Matinhas, Montadas, Mogeiro, Mulungu, Natuba, Pilar, Pirpirituba, Pocinhos, Puxinanã, Queimadas, Rio Tinto, Riachão do Bacamarte, Salgado de São Félix, Santa Rita, São José dos Ramos, São Miguel de Taipu, São Sebastião de Lagoa de Roça, Sapé, Sobrado e Umbuzeiro.

Do G1 PB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627