Para continuar sonhando com título, Galo visita Lusa, que busca conforto

Publicado em sábado, setembro 29, 2012 ·

A partida deste sábado entre Portuguesa e Atlético-MG demonstra que, a esta altura do campeonato, cada partida é decisiva para os dois times, já os objetivos de cada equipe já estão traçados na competição. A Lusa, atualmente em 13º, com 32 pontos, quer a vitória para se afastar ainda mais da zona de rebaixamento, e se firmar na Série A. Já o Galo precisa do triunfo para manter vivo o sonho de ser campeão brasileiro depois de 41 anos. Com 52 pontos, o Alvinegro está em segundo lugar, quatro pontos atrás do líder, Fluminense.

Geninho, treino Portuguesa (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)Geninho quer que o time mantenha pegada
(Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

A irregularidade foi uma das principais características da Portuguesa ao longo deste Campeonato Brasileiro. Sem conseguir se firmar na parte de cima da tabela, a equipe alternou momentos bons e ruins na competição. Embalada pela boa vitória por 3 a 1 sobre o Santos no último sábado, a Lusa busca manter o nível de atuação contra o vice-líder Atlético-MG, que também precisa da vitória para não se distanciar do Fluminense.

Embora a equipe não tenha se reforçado, como o técnico Geninho havia pedido, o comandante rubro-verde está animado para a sequência da competição nacional. Um triunfo sobre o Galo colocaria a Portuguesa ainda mais na “zona de conforto” do Brasileirão, afastando o pesadelo do rebaixamento, já vivido no Campeonato Paulista.

– Estamos cada vez mais subindo na tabela de classificação. Precisamos manter esse foco e empenho no restante dos jogos. Vamos trabalhar para conseguirmos mais um resultado a nosso favor – afirmou o treinador.

Já o time mineiro teve uma queda brusca de rendimento no segundo turno da competição, e figura apenas como 12ª colocado, além de ter permitido que o Fluminense abrisse quatro pontos de frente. Sem vencer há três rodadas, com duas derrotas e um empate, a partida contra a Portuguesa ganhou importância, já que o pensamento atleticano não é outro senão o de conquistar o título.

Cuca no treino do Atlético-MG (Foto: Bruno Cantini / Site Oficial do Atlético-MG)Cuca busca novas fórmulas para time continuar na
briga pelo título (Foto: Bruno Cantini /  Atlético-MG)

O técnico Cuca chegou a reconhecer a queda de rendimento do time, por isso busca alternativas entre os jogadores e também outras táticas. Segundo o comandante, os adversários aprenderam a marcar o time mineiro, por isso é preciso encontrar novas fórmulas para que o Galo continue firme na briga.

– Acho que está dentro do processo da equipe, nosso time deu uma caidinha e era uma coisa previsível e natural, mesmo que você não queira que aconteça. Mas o que ocorre é que os adversários aprenderam a nos marcar e temos que ter alternativas, estamos buscando isso também taticamente.

Pelos lados da Lusa, ao longo da semana, todos os jogadores destacaram o mesmo ponto como principal trunfo para conquistar a vitória contra um adversário que disputa o título: a força da torcida no Canindé. Palco de seis das oito vitórias conquistadas pelo time no campeonato, o estádio é a principal arma desde o início, já que, como visitante, o desempenho não é dos melhores.

E o ânimo tende a crescer observando-se o retrospecto, já que o Galo jamais venceu o rival neste estádio pelo Brasileirão. Em 11 jogos, são seis derrotas e cinco empates. Além de superar o mau momento técnico, o Alvinegro terá que superar este tabu histórico diante do rival.

O canal Première transmite a partida para todo Brasil, através do sistema pay-per-view, a partir de 18h20m (de Brasília). No GLOBOESPORTE.COM, você acompanha os lances pelo Tempo Real, com vídeos exclusivos, a partir de 18h.

header as escalações 2

Portuguesa: o técnico Geninho tem como único desfalque o zagueiro Gustavo, que recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Santos e cumprirá suspensão automática. Lima deve ganhar nova oportunidade entre os titulares. Recuperado de desconforto muscular, o atacante Ananias volta à equipe. Praticamente com força máxima, a Lusa deve ir a campo com a seguinte formação para encarar o vice-líder: Dida; Luis Ricardo, Valdomiro, Lima e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Léo Silva, Moisés e Boquita; Ananias e Bruno Mineiro.

Atlético-MG: diferentemente do que vinha fazendo, Cuca não fez mistério com relação à escalação do time que vai enfrentar a Lusa. Com dois desfalques entre os titulares, Réver e Leandro Donizete, ele vai mandar a campo Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Rafael Marques e Junior Cesar; Pierre, Fillipe Soutto, Danilinho, Ronaldinho Gaúcho e Bernard; Jô.
quem esta fora (Foto: arte esporte)

Portuguesa: o zagueiro Gustavo está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Já o também defensor Leandro Silva segue em tratamento após cirurgia no pé direito e só deve retornar aos trabalhos em 2012.

Atlético-MG: Réver recebeu o cartão vermelho contra o Flamengo por ter agredido Cáceres. Já Leandro Donizete sentiu a coxa e não tem condição de jogo. Richarlyson recebeu o terceiro amarelo também no jogo de quarta-feira e está fora.

header pendurados (Foto: ArteEsporte)

Portuguesa: Boquita, Bruno Mineiro, Ferdinando, Héverton, Lima, Luis Ricardo, Marcelo Cordeiro, Rogério, Rodriguinho e Valdomiro

Atlético-MG: Jô, Leandro Donizete, Pierre e Victor

header o árbitro (Foto: ArteEsporte)

Elmo Alves Resende Cunha (GO) apita a partida, auxiliado por Evandro Gomes Ferreira (GO) e João Patrício de Araújo (GO). Elmo Alves Resende arbitrou oito jogos no Brasileirão, marcou 293 faltas (média de 36,6 por jogo), aplicou 41 amarelos (média de 5,1 por jogo), quatro vermelhos (média de 0,5 por jogo) e um pênalti (média de 0,13 por jogo). O campeonato tem média de 5,05 amarelos, 0,28 vermelho, 36,6 faltas e 0,21 pênalti. O árbitro apitou um jogo dos paulistas na Série A deste ano: Portuguesa 0 x 2 Cruzeiro, pela décima rodada.

header fique de olho 2Portuguesa: Bruno Mineiro. O atacante conseguiu tornar-se ídolo da torcida rubro-verde com apenas 13 jogos. Ele marcou 11 gols no Campeonato Brasileiro, tornando-se vice-artilheiro da competição nacional e mostrando-se um dos principais especialistas dentro da área em atuação no país. Sua movimentação e bom posicionamento devem dar trabalho à defesa do Atlético-MG.

Atlético-MG: em Bernard, o jovem meia fez falta na última quarta, quando estava suspenso e o Galo perdeu por 2 a 1 para o Flamengo. O time alvinegro não conseguiu ser efetivo no ataque, principalmente pelo lado esquerdo onde o meia atua. Contra a Lusa ele está de volta e quer contribuir para a recuperação atleticana.
header o que eles disseram

Lima, zagueiro da Portuguesa: Já temos a ideia de como eles devem vir. Trabalhamos em cima disso e vamos focar para conseguir um grande resultado. Em jogos no Canindé a gente sempre tem uma força a mais que é a torcida, sempre nos ajuda, apoia e incentiva. Eles são muito importantes nesse jogo e espero que eles venham em peso para mais esse desafio

Fillipe Soutto, volante do Atlético-MG: Estou feliz por saber que a torcida ansiava pela minha volta, eu confesso que estava ansioso para voltar a jogar, ainda mais na situação que o Atlético-MG vive este ano, que é a luta pelo título. Me preparei bastante, sei que tenho condições de suprir a vaga deixada e espero fazer uma boa partida, deixar uma boa impressão novamente e ajudar o time a buscar essa vitória”.

header números e curiosidades

* O Atlético-MG não perde para a Portuguesa há 12 anos (ou 7 jogos). A última derrota do Galo aconteceu dia 10/9/2000, pela Copa João Havelange: Lusa 2 a 1, no Canindé, gols de Irênio-2 e Guilherme.

* De lá pra cá, foram sete confrontos entre as duas equipes (cinco pela Série A e dois pela Série B), com quatro vitórias do Galo e três empates, nove gols a favor dos mineiros e três a favor dos paulistas.

* Há 4 anos, Portuguesa e Atlético-MG não se enfrentam no Canindé. O último confronto neste estádio aconteceu no dia 31/08/08. Em partida válida pelo 2º turno do Campeonato Brasileiro, as duas equipes empataram em 1a 1, gols de César Prates para o Galo e Washington para a Lusa.

* O Atlético-MG jamais venceu a Portuguesa em São Paulo pelo Campeonato Brasileiro. Em 11 confrontos pela Série A, a Lusa obteve seis vitórias e ocorreram cinco empates, 14 gols da Portuguesa e 6 do Galo.

* Desses 11 jogos apenas três deles não aconteceram no Canindé: 2 a 2, em1974, no Pacaembu; Portuguesa 2 a 0, em1985, no Pacaembu; Portuguesa 1 a 0, em 1996, no Morumbi

header último confronto v2

Os dois times se enfrentaram no Independência em jogo válido pelo primeiro turno do Brasileirão. Na oportunidade, o Atlético-MG venceu por 2 a 0, gols de Marcos Rocha e Leonardo Silva. Apesar do placar, o jogo foi apertado e pode ser considerado o pior do goleiro Dida desde que ele retornou ao futebol brasileiro. Nos dois gols, o goleiro da Lusa falhou e contribuiu para a vitória rival.

Globoesporte.com

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627