Padre Djacy – O que é ser cristão nos dias atuais

Publicado em quinta-feira, setembro 22, 2011 ·

padredjaci

Não tenho dúvida que, ser cristão nesta sociedade hodierna, marcada pelo desprezo à vida humana, consiste essencialmente seguir a linha libertadora de Jesus. Ignorar esse caminho é não querer, conscientemente, entrar na dinâmica do Reino de Deus: “eu vim para que todos tenham vida”.

Diria sem medo de errar que, nos dias atuais, a religião cristã está na moda: nos livros, na televisão, na música, nos programas de auditórios, nas palestras, nas igrejas etc. Está sobrando religião. Até virou balcão de negócio. Muitos ganham rio de dinheiro em cima da fé cristã. Trata-se do mercado religioso.

Em nome da fé, muitos prometem curas, milagres, vida próspera.  Há até cartão bancário em nome de Jesus. “Faça seu depósito, e sua salvação estará garantida”. Se ligamos a TV, vamos ver muitos pregadores de diversas igrejas-prostestantes e católicas – pregando entusiasmaticamente.São pregações que levam ao delírio.Não esqueçamos que em baixo do vídeo está : “colabore com a sua igreja,fazendo suas doações”.Aliás,há alguns pregadores e pregadoras que passam o dia pedindo dinheiro para isso e aquilo.É a fé e o dinheiro: pregação rendendo um bom dinheiro.

Não tem receio em afirmar, categoricamente, que há muito evangelho, muita fé, muita oração, muito louvor e aplausos para Jesus, muita liturgia bonita, festiva, porém, quase ou nenhum compromisso com a libertação de tantas pessoas esmagadas, excluídas desta sociedade dita cristã. Uma fé compromissada com a vida, nenhuma. Estamos vivenciando a era da fé subjetivista, individualista, desencarnada, intimista: Deus e eu, e pronto! Fé e vida, nada!

Observem na TV as pregações de muitos padres e pastores, leigos e leigas, nunca fazem menção as injustiças sociais, que agridem a dignidade da pessoa humana, imagem e semelhança de Deus; não falam sobre os latifundiários,que exploram  os pobres,não tocam  na reforma agrária,nos sem terra,nos sem teto,nos sem água,nos sem dignidade;não falam sobre a fome que mata milhares de brasileiros etc. Já observaram que as pastorais sociais da Igreja Católica não têm espaço na própria mídia católica?

Volto a repetir, temas pertinentes como analfabetismo, desemprego, corrupção nos poderes, falta de moradia, de terra, saúde, segurança, violação dos direitos humanos, agressão à dignidade da pessoa humana são deixados de lado. As pregações são a – históricas,desencarnadas,platonizadas.O que importa é o além,o espiritual,o céu depois da morte.É a moda espiritualizante. O aqui e agora não têm sentido. É o cúmulo da alienação religiosa. Deus não se ocupa com a realidade sofrida, massacrante deste mundo.

Afinal, o que é ser cristão nesta sociedade extremamente desumana, onde um animal de estimação vale mais que o ser humano?

Para mim, ser cristão,repito,é viver sua fé de forma historicizada, contextualizada, libertadora;

Ser cristão é estar comprometido com a libertação dos famintos, dos desempregados, dos injustiçados, dos excluídos, dos descartáveis, dos tratados como coisa. É estar voltado para os grandes problemas que afetam a vida humana: fome, miséria, corrupção, desemprego etc.;

Ser cristão é ter um olhar da fé e um olhar das ciências sociais, sobretudo sociológica, para melhor viver o evangelho da vida;

Ser cristão é viver o amor de forma concreta, libertadora, comprometedora;

Ser cristão não é só ler a Bíblia, estudá-la, mas, sobretudo, vivê-la.

Ser cristão é estar comprometido com as pessoas que gritam por dignidade, por vida;

Ser cristão é ter coração, compaixão, sensibilidade para com os preferidos de Deus: os pobres;

Ser cristão é não se conformar com a cultura de morte existente nesta sociedade hodierna;

Ser cristão é envolver-se com alguma causa humanitária e ecológica;

Ser cristão é assumir uma postura corajosa de denúncia, de não aceitação de coisas incompatíveis com o evangelho: injustiças, violência etc;

Ser cristão é ter a mesma postura de Jesus, que anunciava e denunciava sem medo;

Ser cristão é ter postura firme e corajosa para anunciar o Reino de Deus, numa sociedade secularizada, materialista, hedonista, onde o ter tem primazia sobre o ser;

Ser cristão é dizer um  NÂO  ao sistema econômico liberal,que explora,mata,destrói vidas humanas e ecológicas,em nome do LUCRO;

Ser cristão é não ser passivo, acomodado, e sim, ativo, na luta por uma sociedade mais humana, justa e fraterna;

Ser cristão é ter a mesma postura profética de Jesus: “quem quiser me seguir, que tome sua cruz e me siga”;

Ser cristão é conciliar fé e vida, oração e ação;

Ser cristão é ter posição firme e enérgica contra a idolatria do ter, do dinheiro, do poder e do prazer;

Ser cristão é ter postura contestatória, visando somente o bem;

Ser cristão é saber partilhar o pouco que tem, com as pessoas desprovidas de quaisquer coisas,  para viver com dignidade;

Ser cristão é valorizar a pessoa humana, defendendo-a, respeitando-a, libertando-a;

Ser cristão é ser LUZ E SAL neste mundo apodrecido pelas trevas, levando em estrita consideração, estas contundentes palavras de Jesus, que fora assassinado por entrar na contramão dos poderosos: “nem todo aquele que diz : Senhor,Senhor! será salvo,mas todo aquele que faz a vontade do meu Pai”.

Padre Djacy Brasileiro

O texto é de inteira responsabilidade do assinante

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br