Outro pai de santo confessa ter participado de assassinato de menino, em Sumé

Publicado em sexta-feira, outubro 16, 2015 ·

0O Caso Everton, um garoto de cinco anos que foi encontrado morto na última terça-feira (13), ganhou mais uma elemento. A Polícia Militar prendeu nesta sexta-feira (16) Welligton Nogueira, mais conhecido como “Pai Etinho”.

Etinho confirmou ter participado do assassinato do menino em um ritual de magia negra. Ele ainda indicou que a mãe e o padrasto da criança participaram na morte, além do outro pai de santo conhecido como Paulistinha. O novo suspeito contou ainda que um trabnalho como esse custa em torno de R$ 10mil.

O delegado do caso, Rodrigo contou que os quatro levaram a criança para o Boqueirão, ao lado da serra de Sumé, onde o sacrificaram. No local, tiraram o sangue e, no dia seguinte, levaram o corpo para o local onde o corpo foi encontrado.

No depoimento, Etinho disse que os golpes foram efetuados pelo padrasto, Daniel e Paulistinha, inclusive com a participação da mãe, que deu aval para o crime. Além disso, ela teria levado o sangue do menino para casa em um balde.

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br