Obsessão pela alimentação saudável pode ser ortorexia

Publicado em segunda-feira, Janeiro 27, 2014 ·

ortorexiaDiferentemente de distúrbios mais conhecidos, como anorexia e a bulimia, a ortorexia vem à tona acometendo um público que transforma a importância em manter uma alimentação saudável em obsessão.

Contar calorias e ler o rótulo de todos os produtos que serão ingeridos são indícios de que os hábitos alimentares podem estar fora de controle. Além disso, a ortorexia também é caracterizada pela obsessão em saber a origem dos alimentos, como foram plantados, colhidos ou criados, além dos processos até a chegada aos supermercados. De acordo com especialistas, há ortoréxicos que só ingerem alimentos se tiverem informações detalhadas sobre todo esse procedimento. O grande problema é que com o passar do tempo, as opções vão ficando mais restritas e o funcionamento do organismo comprometido, já que pessoas com ortorexia excluem geralmente grupos como carnes, laticínios, gorduras e carboidratos sem fazer a substituição adequada.

Anemia e osteoporose são as consequências a longo prazo, evidenciadas e potencializadas pela perda de peso acentuada. Para evitar o transtorno alimentar, é necessário bom senso na ingestão de frutas, vegetais e alimentos integrais. Primeiramente, a pessoa tem que entender que a alimentação saudável não é restringir certos grupos de alimentos. A alimentação deve ser balanceada e ter os nutrientes necessários para a saúde. A ortorexia ainda não faz parte do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais. Não existem dados sobre prevalência desse distúrbio, mas acredita-se que atletas, esportistas, artistas e médicos são os mais comprometidos com o problema.

Por Jornalismo Portal EF

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627