tecnologia

O aspirador de pó será o primeiro robô a entrar na casa das pessoas

Publicado em sexta-feira, dezembro 20, 2019 ·

Produtos já apresentam boas variações de tarefas totalmente automatizadas

Ter um aspirador de pó pode resolver a vida de muitas pessoas. Vale lembrar que o acúmulo desse tipo de sujeito pode resultar em problemas na respiração e reações alérgicas que podem complicar sua vida, mas a tecnologia tem ajudado a solucionar esses problemas, como os novos modelos de aspirador de pó vertical.

Por isso, o site 365 dicas mostra como aspirar pó e eliminar ácaros está se tornando uma tarefa não só importante para a saúde, mas que está impulsionando experimentos científicos que podem mexer com a rotina de famílias no mundo inteiro.

Alguns modelos já comercializados mostram que a inteligência artificial e a inovação tecnológica podem ser bons aliados no desenvolvimento humano, sobretudo no que diz respeito a economia do tempo e aprimoramento dos nossos afazeres.

Com programação inteligente, os aparelhos podem sugar detritos e poeira até mesmo embaixo de móveis, já que contam com design compacto, capaz de passar por cadeiras, mesas, sofás e camas.

Mas, antes de investir em algum produto, é importante estar atento a algumas coisas. Os sensores, por exemplo, são a principal vantagem de um aspirador de pó inteligente. Eles conseguem identificar obstáculos, escadas e paredes, além de rastrear tudo que está em volta, sabendo para onde devem ou não andar.

Outro fator positivo desse tipo de produtor é a programação de limpeza para o dia e horário que precisar. A função é importante para quem não deseja ser atrapalhado pelo robô enquanto estiver em casa. Além disso, você pode adequar a limpeza a sua rotina, sem que a sua casa fique suja por muito tempo.

Algo que também surge como diferencial é o sistema de mapeamento. Essa ajuda com limpezas mais eficientes e precisas, utilizando a tecnologia VSLAM (Vision Simultaneos Localization and Mapping, ou Localização Simultânea Visual e Mapeamento, em tradução livre). Nesse módulo, os aspiradores podem coletar dados de todo o ambiente, reunindo as informações para desenhar uma planta da sala, por exemplo.

Como apontado no início do texto, um aspirador de pó não é um objeto de luxo um supérfluo. Doenças provenientes do acúmulo de ácaros são mais comuns do que se imagina.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, há, no Brasil, cerca de 20 milhões de pessoas com asma e rinite. No mundo, são 300 milhões, o que torna a asma uma das doenças crônicas mais prevalentes. A asma se caracteriza pela inflamação crônica das vias aéreas, que ficam mais estreitas e causam dificuldade respiratória.

No Brasil, os aspiradores de pó ainda são caros e pouco acessíveis. O preço dos produtos varia entre R$ 600 e R$ 5300.

 

Crédito da foto: Kowon vn

Assessoria

 

 

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627