Nome de Vitalzinho é cotado para suceder Sarney na presidência do Senado

Publicado em sexta-feira, novembro 18, 2011 ·

vitalO senador Vital do Rêgo (PMDB) surpreendeu a todos ao rapidamente se articular com a cúpula do seu partido em Brasília, e com isso conseguir ocupar espaços de destaque no Congresso Nacional. Presidente da Comissão de Orçamento, relator do Orçamento da União, relator do projeto de lei que redistribui os royalties do pré-sal e corregedor do Senado, Vitalzinho conseguiu em 10 meses de mandato colocar seu nome nas principais pautas do país em 2011. Isso contribuiu para que o senador paraibano chegasse a ser cotado com um dos possíveis sucessores de Sarney na presidência do Senado a partir de 2013.

A articulação foi revelada nesta sexta-feira, 18, pelo colunista político da Revista Época, Leonel Rocha. De acordo com o blogueiro, Os senadores do PMDB já começaram a articular a sucessão do presidente do Congresso, José Sarney. Dois grupos polarizam a disputa, o da velha guarda encabeçado por Renan Calheiros e o outro organizado pelo amazonense Eduardo Braga e aposta na renovação das lideranças.

Vitalzinho é tratado com um novato de confiança dos antigos e que surge como alternativa para amenizar o desgaste das últimas denúncias que recaíram contra Renan e o próprio Sarney.

Confira do posto de Leonel na edição online da Revista Época na íntegra:

Os senadores do PMDB já começaram a articular a sucessão do presidente do Congresso, José Sarney. Dois grupos disputam a indicação para as eleições internas de 2013. Um, da velha guarda, é apoiado por Sarney e liderado por Renan Calheiros (AL), que sonha em retornar ao posto. O outro grupo é organizado pelo amazonense Eduardo Braga e aposta na renovação das lideranças.
O nome do senador Vital do Rêgo (PB), um novato de confiança dos antigos, surgiu nas últimas articulações como alternativa ao desgaste de Calheiros com as antigas denúncias sobre a formação do patrimônio.

Na Câmara, o líder da bancada do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RGN) se consolidou com a confirmação do acordo de rodízio com o PT bancado pela presidente Dilma Rousseff.

Marcos Wéric
WSCOM Online

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627