Nice Almeida – Prazer, meu nome é infância

Publicado em terça-feira, Janeiro 3, 2012 ·

niceUm misto de encantamento, euforia, entusiasmo e curiosidade. Foi assim o encontro do meu pequeno grande Lucas (10 anos) com a “infância perdida” da qual falei meses atrás aqui mesmo neste espaço. Foi tanta animação que ele nem sabia por onde começar. Pião, estilingue (ou baladeira para alguns) e bolas de gude, tudo num só lugar. A alegria que ele sentiu em conhecer esses brinquedos podia ser vista de longe no brilho de seu olhar.

Foi no pequenino e caloroso município de Casserengue, a 142 quilômetros de João Pessoa, que Lucas teve o prazer de conhecer uma infância verdadeiramente divertida. Três personagens foram as figuras responsáveis por este encontro mais que feliz. Meu pai (Luís Almeida) e o casal Rafael e Eva.

Encantado com o encantamento de Lucas, Rafael foi logo o enchendo de presentes e correndo para ensiná-lo a usar os brinquedos até então desconhecidos para ele.

A cena me fez lembrar também da minha infância feliz e recheada de atividades que não nos deixava parados (eu, meus irmãos e meus primos). Me fez lembrar que nós conseguíamos ser felizes com muito pouco.

Apresentar essa infância ao meu filho me deixou efetivamente realizada, já que até então os seus conhecidos não passavam de um vídeo game, um computador e uma TV por assinatura que o faz passar o dia inteiro deitado num sofá sem se mexer nem sequer para mudar de canal.

Realizar esse encontro me faz sentir a obrigação de voltar muitas vezes nesse cenário maravilhoso onde, mesmo sem programar, consegui apresentar meu filho Lucas a uma infância que, tenho certeza, ele jamais esquecerá nem abandonará.

Nice Almeida – Jornalista – DRT 2660

O texto é de inteira responsabilidade do assinante

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br