Nice Almeida – Em busca do poder

Publicado em domingo, junho 5, 2011 ·

niceO poder é realmente uma coisa impressionante. Ninguém quer ficar longe dele ou de quem está com ele nas mãos. Prova disso é que, menos de oito meses depois das eleições 2010 e faltando, mais ou menos, um ano e meio para o pleito futuro, prefeitos e vices já começam a se acostar ao governador Ricardo Coutinho. Para completar a babação, eles estão deixando seus partidos e se filiando ao PSB ao qual o Chefe do Executivo Estadual pertence.

Ao todo, 12 prefeitos e um vice deixaram suas legendas de origem e debandaram para o partido socialista.

Essa mudança pode surtir efeitos positivos, pois unidos ao governador esses prefeitos podem conseguir mais benefícios para as suas cidades. Por outro lado, isso pode ser a prova de que na política nada se cria ou se transforma, se troca.

Mas, nesse mundo (político), o poder é algo que vem e vai, e nem sempre se perdura pela vida inteira. O mandato de governador é de apenas quatro anos e, se acontecer uma reeleição, isso pode se prolongar por até oito.

Ninguém garante, ou sabe, por quanto tempo Ricardo Coutinho vai ficar no poder. Por enquanto apenas se sabe que ele tem um mandato de quatro anos. Será que saindo derrotado em outra ocasião esses gestores vão continuar querendo ser seus parceiros? Em quem confiar na política se a maioria dos que a fazem vivem pulando de galho em galho?

A busca pelo poder é algo que faz com que amigos se revelem grandes rivais. Veja o exemplo de Cícero Lucena e Cássio Cunha Lima. Ou mesmo o próprio Ricardo Coutinho que já teve como seu vice o deputado Manoel Júnior e agora, em lados opostos, ambos vivem se atacando.

Isso para lembrar apenas os casos mais recentes, porque se voltarmos ao passado encontraremos casos ainda mais fortes, como os Cunha Lima que já foram parceiros de José Maranhão e depois vieram a se tornar inimigos ferrenhos que dividiram em dois partidos (PMDB e PSDB) políticos que antes eram parceiros inseparáveis.

Resumo da ópera: em política o que prevalece mesmo são os interesses próprios porque os interesses do povo vão sempre ficando para depois. O pior é que esse depois nunca chega.

Saiba quem são os prefeitos que mudaram de legenda:

Aroudo Firmino (DEM), prefeito de Água Branca;
José Severiano Bezerra (DEM), prefeito de Tavares;
João Elias Azevedo (DEM), prefeito de Nova Floresta;
Francisco Alipio Neves (DEM), prefeito de São Sebastião do Umbuzeiro;
Fernando Marcos de Queiroz (PSDB), prefeito de São José dos Cordeiros;
Lúcio Flávio Bezerra de Brito (PSDB), prefeito de São Sebastião de Lagoa de Roça;
Roberto Florentino Pessoa (PSDB), prefeito de Santa Cecília;
Nobinho (PTB), prefeito de Esperança;
Luiz Gonzaga Bezerra Duarte (PTB), Serra da Raiz;
Sebastião Plácido (PTB), vice-prefeito de Cabedelo;
Inácio Amaro dos Santos Filho (PDT), prefeito de Ouro Velho;
Itamar Mangueira (PMDB), prefeito de Poço Dantas;
Aristeu Chave Sousa (PRP), prefeito de Camalaú.

O texto é de inteira responsabilidade do assinante

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627