‘Não vamos apertar o cinto em programa sociais’, diz Dilma em PE

Publicado em sexta-feira, agosto 21, 2015 ·

Marlene Bergamo/Folhapress
Marlene Bergamo/Folhapress

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (21), em Cabrobó (PE), que o governo federal teve dificuldades no orçamento e precisou escolher em que áreas deveria “apertar o cinto”, mas ressaltou que essas áreas não serão os programas sociais.

Dilma discursou durante inauguração de uma estação de bombeamento de um canal do Rio São Francisco. De acordo com o governo, a estação vai conseguir mandar água por 45km até um reservatório da região, para amenizar os efeitos da seca.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Eu tenho certeza que tem muita coisa que falta para a gente fazer. Assim como na casa de vocês, às vezes vocês têm algumas dificuldades no orçamento, o governo federal também teve. Mas asim como vocêss escolhem onde vão apertar o cinto, nós também, e nós não vamos apertar o cinto nos programas essenciais para o país seguir em frente, que são os programas sociais e programas como este aqui”, afirmou a presidente a uma plateia formada por autoridades e moradores da região.

A presidente disse ainda que vai trabalhar “todo santo dia” e que o foco dela vai ser que o país não passe mais pela situação de um nordestino ter de deixar a terra natal por falta de oportunidades.

“Falta muita coisa para fazer. Mas eu garanto para vocês que vou continuar trabalhando dia a dia, todo santo dia, e vou ter um foco. O meu foco é que o Brasil não tenha mais aquela situação que víamos em todo o passado, que era os nordestinos saindo do Nordeste para ter oportunidade fora do Nordeste. O governo tem de assegurar oportunidades iguais”, disse a presidente.

Seca
Dilma também disse que pretende concluir a obra de transposição do rio São Francisco até o fim do mandato em 2016 (veja vídeo ao lado). Ela também afirmou, como já fez em outras ocasiões, que não é possível evitar a seca, mas que o governo deve agira para amenizar o impacto sobre a população.

“Conviver com a seca é saber que mais cedo ou mais tarde ela chega, mas quando chegar, não nos pega sem proteção. É isso que queremos com esse canal”, disse a presidente.

G1

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627