‘Não há chance de fraude na votação’, diz presidente do TSE

Publicado em sábado, outubro 25, 2014 ·

(Fellipe Sampaio/SCO/STF/VEJA)
(Fellipe Sampaio/SCO/STF/VEJA)

Após a realização de testes e a aprovação dos softwares que farão a transferência e a totalização dos votos no segundo turno das eleições, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, disse que tudo está funcionando “perfeitamente sem nenhum problema” e que não há risco de fraude na votação.

“De jeito nenhum, de maneira nenhuma (há possibilidade de fraude)”, afirmou Toffoli. “Isso (verificação do sistema) é a garantia de que aquilo que foi votado na urna eletrônica é o que está totalizado”, continuou o ministro.

As declarações de Toffoli foram dadas em cerimônia de verificação do sistema, realizada neste sábado na sede do TSE, em Brasília. O evento contou com a presença do secretário de tecnologia da informação do TSE, Giuseppe Janino, e do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinicius Furtado Coêlho, além de representantes de partidos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A fim de assegurar a confiabilidade do sistema, o presidente do TSE disse ainda que, após o encerramento da votação e o fechamento das urnas, vários boletins de urna serão emitidos e entregues aos fiscais dos partidos para que possam checar os dados separadamente, por seção eleitoral.

Biometria
Toffoli disse ainda que os problemas enfrentados no primeiro turno por algumas localidades que utilizaram o sistema biométrico de identificação já foram resolvidos. Ele citou o caso do Distrito Federal, onde alguns equipamentos foram substituídos, e o de Niterói (RJ), para onde o TSE enviou equipes para treinamento de mesários.

“Da nossa parte, temos a certeza de que aqueles problemas identificados no primeiro turno já foram saneados, ou seja, não teremos maiores dificuldades nessas localidades”, afirmou o ministro.

Divulgação de resultados
Sobre o horário de divulgação dos resultados, Toffoli voltou a dizer que o nome do novo presidente da República será conhecido apenas após as 20h. Neste segundo turno, o anúncio será atrasado por conta do horário de verão: quando a votação fora encerrada às 17h do horário local no Acre, já será 20h em Brasília.

“No primeiro turno, quando foi 19h, estávamos todos ali no centro de divulgação, e abrimos os telões quando se encerrou o Estado do Acre. Da mesma maneira faremos agora, quando der 20h e se encerrar o Estado do Acre, abriremos os telões”, afirmou.

Questionado quanto à possibilidade de que o resultado matemático seja conhecido pelo TSE antes das 20h, Toffoli brincou. “Ninguém sabe. Só Deus sabe que horas vai estar no computador somado.”

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627