Na estreia de Kleina, Figueira e Verdão fazem decisão às avessas

Publicado em sábado, setembro 22, 2012 ·

Figueira, de Márcio Goiano, pega Verdão, de Kleina (Montagem sobre fotos do Globoesporte.com)

Figueirense e Palmeiras podem iniciar a arrancada da salvação. Ou morrer abraçados. O fato é que o estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, vai receber um jogo nervoso neste sábado, a partir de 18h30m (horário de Brasília). O clima é de decisão, mas às avessas, pois não vale taça. Para os rivais deste sábado, título é a sobrevivência na elite do futebol brasileiro. A situação é difícil, mas quem sair vitorioso pode sonhar com voos mais altos nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Em caso de empate, todos perdem. Como trunfo, o Verdão conta com a estreia do técnico Gilson Kleina.

A equipe catarinense também trocou recentemente de técnico – Márcio Goiano chegou e os alvinegros esboçaram uma reação. De lanterna absoluto, o Figueirense passou para a 18ª posição, com 22 pontos, mas ainda a seis de sair da zona de rebaixamento. Mesmo assim, o futebol melhorou, e a esperança da torcida voltou.

O Palmeiras demorou um pouco mais, mas tomou a mesma medida na semana passada. Demitiu o supercampeão Luiz Felipe Scolari e iniciou um tratamento de choque no elenco, que culminou na contratação de Gilson Kleina, ex-Ponte Preta.

O técnico estreia neste sábado com um desafio e tanto nas mãos. Apesar do contrato assinado até dezembro de 2013, ele sabe que os últimos 13 jogos deste Brasileirão serão determinantes para seu projeto. Com 20 pontos, o Verdão está atolado na 19ª posição – só leva vantagem sobre o lanterna Atlético-GO no número de vitórias (5 a 4).

O Figueirense vem de uma derrota amarga para o Bahia, outro concorrente que foge do rebaixamento. O Alvinegro catarinense sofreu a virada aos 45 do segundo tempo e ficou mais longe da Série A de 2013. A vitória poderia deixar o furacão um pouco mais tranquilo. Para a partida deste sábado, no entanto, o time volta a contar com a dupla de ataque que mais fez gols no Brasileirão. Aloísio e Caio fizeram, juntos, 16 gols. Na última partida, o Boi Bandido cumpriu suspensão e Caio fez dupla com Julio Cesar.

Diante de um adversário direto na luta contra a degola, o Palmeiras avisou que vai jogar fechado e com três volantes, como “time pequeno”, como definiu o volante Marcos Assunção. Não poderia ser diferente. Em 36 pontos disputados como visitante, ganhou apenas quatro – uma vitória sobre o Botafogo e um empate com o Coritiba em 12 partidas.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real, com vídeos, a partir das 18h30m. O PFC mostra o confronto para todo o Brasil, pelo sistema pay-per-view.

header as escalações 2

Figueirense: o time deve permanecer no 4-4-2, embora Márcio Goiano tenha trabalhado uma formação com três atacantes durante a semana. A provável escalação do Furacão deve ser com Wilson no gol; Elsinho na lateral direita e Hélder na esquerda; na dupla de zaga: João Paulo e Edson. Túlio e Jackson devem fazer a dupla de volantes, com Botti e Claudinei mais à frente; no ataque: Caio e Aloísio.

Palmeiras:
Gilson Kleina já implantou seu método de trabalho, mas ainda deve manter grande parte da base deixada por Felipão. O novo técnico avisou que vai começar a arrumar o time pela defesa, e por isso deve ter três volantes em campo – Henrique, Márcio Araújo e Marcos Assunção. Na vaga de Luan, Maikon Leite deve ser titular. O provável time: Bruno, Correa, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Juninho; Henrique, Márcio Araújo, Marcos Assunção e Valdivia; Maikon Leite e Barcos.

quem esta fora (Foto: arte esporte)

Figueirense: Fernandes, que sofreu uma lesão no ombro esquerdo e poderia se recuperar a tempo, está fora. Loco Abreu ainda está em Montevideo, onde se recupera da artroscopia.  Héber e Ricardo seguem em tratamento no departamento médico.

Palmeiras: Artur, Luan e Obina, suspensos, João Vitor, com dores no pé direito, e Fernandinho e Wesley, que se recuperam de cirurgias de joelho.

header pendurados (Foto: ArteEsporte)

Figueirense: João, Edson e Túlio. Sandro e Loco Abreu estão pendurados, mas não foram relacionados.

Palmeiras: Daniel Carvalho, Luan, Márcio Araújo e Wellington.

header o árbitro (Foto: ArteEsporte)

Wilton Pereira Sampaio (GO) apita a partida, auxiliado por Guilherme Dias Camilo (MG) e Wagner de Almeirda Santos (RJ). Wilton Sampaio arbitrou oito jogos no Brasileirão, marcou 318 faltas (média de 39,7 por jogo), aplicou 51 amarelos (média de 6,4 por jogo), sete vermelhos (média de 0,8 por jogo) e nenhum pênalti. O campeonato tem média de 5,01 amarelos, 0,28 vermelho, 36,5 faltas e 0,2 pênalti. O árbitro apitou um jogo dos paulistas na Série A deste ano: Vasco 3 x 1 Palmeiras, pela 24ª rodada.

header fique de olho 2

Figueirense: Aloísio. O atacante tem sido o homem de referência no ataque alvinegro. Ele atravessa uma boa fase e tem desequilibrado a favor do Alvinegro, ao lado de caio – juntos, já balançaram a rede 16 vezes no Brasileirão.

Palmeiras:
 Barcos. De volta após uma participação no Superclássico das Américas, com a seleção argentina, o atacante quer voltar a fazer seus gols e ajudar o Verdão a sair da zona de rebaixamento. São 21 marcados na temporada, mas o último foi há mais de um mês, no dia 19 de agosto, contra o Atlético-GO.

header o que eles disseram

Marcio Goiano, técnico do Figueirense: “A gente sabe que vai enfrentar uma das grandes equipes do futebol brasileiro, que é o Palmeiras. Eles estão mobilizados em sair da situação, da mesma maneira que nós estamos. Esse jogo é uma decisão para todos os jogadores, até pela pontuação. (…) As duas equipes tem o mesmo objetivo: estar na Série A em 2013”

Gilson Kleina, técnico do Palmeiras: “Dentro do Orlando Scarpelli, o Figueirense é uma equipe muito perigosa, nos últimos seis jogos ganhou um padrão e conseguiu subir na tabela. Sabemos que temos de competir bem por lá para trazer a vitória”.

header números e curiosidades

* Figueirense e Palmeiras são duas das equipes com mais rodadas na zona de rebaixamento. De 25 jogos disputados até agora, o Figueira ficou 19 na zona perigosa, enquanto o Verdão passou 16 partidas por ali.

* No ano passado, os mandos dos rivais no Brasileirão foram “invertidos”. O Palmeiras venceu por 1 a 0 no primeiro turno do Brasileiro, em Florianópolis, enquanto o Figueirense devolveu com um 2 a 1 no segundo turno, em São Paulo.

* A última vitória do Figueira em Florianópolis sobre o Palmeiras foi marcante. Em 2006, uma goleada por 6 a 1 deflagrou a crise alviverde e causou a demissão do técnico Emerson Leão.

header último confronto v2

Em 1º de julho de 2012, o Palmeiras bateu o Figueirense por 3 a 1 e conseguiu sua primeira vitória na atual edição do Brasileirão. Ainda preocupado com a disputa da Copa do Brasil, a equipe paulista viu o rival abrir o placar com um golaço de Julio César, ainda no primeiro tempo. O zagueiro paraguaio Román empatou minutos depois. A vitória só veio depois dos 40 do segundo tempo, quando Barcos e Maikon Leite selaram o resultado na Arena Barueri, que recebeu apenas 2.580 pagantes.

Globoesporte.com

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627