Na briga de ataque contra defesa, São Paulo e Coritiba ficam no empate

Publicado em domingo, Maio 4, 2014 ·

são pauloO São Paulo saiu de campo na noite deste sábado com uma certeza: ter muitos atacantes não garante criatividade, muito menos eficiência. A organização que faltou aos comandados de Muricy Ramalho sobrou para o Coritiba que, mesmo limitado tecnicamente, foi muito bem taticamente. No final, a disputa entre ataque e defesa terminou empatada por 2 a 2, resultado que frustrou a torcida paulista, que lotou o Pacaembu – mais de 31 mil pagantes.

O Tricolor abriu o marcador com Alexandre Pato, viu o Coxa virar com tentos de Robinho e Chico e esteve muito perto de sofrer sua primeira derrota no nacional. Mas Ademilson, após belo passe de Paulo Henrique Ganso, fez um lindo gol e deixou tudo igual no marcador. Com o resultado, paulistas e paranaenses estão separados por dois pontos na tabela de classificação (cinco a três).

Os dois times voltarão a campo no próximo domingo pelo nacional. O São Paulo fará o clássico diante do Corinthians, em Barueri, às 16h, enquanto o Coritiba receberá o Sport no Couto Pereira, às 18h30. No meio de semana, a equipe paulista definirá sua vida na Copa do Brasil diante do CRB, novamente no Paulo Machado de Carvalho, já que o Morumbi segue cedido para os shows da banda One Direction.

Pato gol São Paulo x Coritiba (Foto: Marcos Ribolli)Alexandre Pato marcou o primeiro gol do São Paulo no Pacaembu (Foto: Marcos Ribolli)

 

Logo que a bola rolou no Pacaembu, o desenho da partida ficou muito nítido. O São Paulo, com seu quarteto ofensivo, tomou a iniciativa, mas encontrou o paredão armado pelo Coritiba. Com cinco peças no meio e apenas um atacante, os paranaenses se defendiam com todos seus jogadores atrás do meio-campo quando não tinham a bola. Diante de tamanha retranca, o gol do Tricolor usou a bola parada para abrir o placar, com Alexandre Pato aproveitando cobrança de escanteio. Mas isso acordou o Coxa, que encontrou nas costas de Luis Ricardo o caminho para empatar. Chegou ao gol e com Robinho e perdeu outras boas chances. A zaga são-paulina passou sufoco no final. As vaias da torcida mostraram um pouco do que foi a etapa inicial.

No segundo tempo, o Coritiba seguiu fiel ao seu estilo, marcando forte e esperando uma brecha rival para surpreender. E ela veio com Chico, de cabeça, após cruzamento na área. Perdido, o São Paulo fez mais duas alterações, com as entradas de Ganso e Ademilson nas vagas de Osvaldo e Pabon. Foi o suficiente para melhorar bastante a equipe. Em sua primeira jogada, Ademilson recebeu de Ganso e empatou.  Nos 15 minutos finais, o jogo ficou aberto e ganhou em emoção. Mas faltou capricho para os dois lados na hora do passe final. O placar não mudou mais e foi justo pelo que foi apresentado no Pacaembu.

 

Globoesporte.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627