Municípios têm eleições indefinidas por pendência de candidatos na Paraíba

Publicado em quarta-feira, outubro 10, 2012 ·

A situação de Coremas é parecida com a de Barra de Santana. A candidata Pâmella Sonnaly (PSD) conseguiu 100% dos votos válidos, 4.329 votos. No entanto, o outro concorrente, Antônio Lopes (PSDB), segundo o que foi divulgado pelo TSE 4.877 votos, que foram considerados como nulos pelo fato de ele ter tido a candidatura indeferida com base na Lei da Ficha Limpa. Lopes teve contas rejeitadas quando foi prefeito da cidade. O caso também está em análise no TSE.

Em Pedra Branca, a situação é diferente. O candidato Allan Feliphe (PR) entrou na disputa em substituição a Antônio Bastos (PMDB), mas ainda está aguardando que a Justiça Eleitoral análise o seu pedido de registro e por isso os votos dados a ele também foram considerados como nulos. Alan conseguiu no total 1.422 votos, já o candidato Anchieta Nóia (PTB) obteve 1.392 votos, 100% dos válidos, e foi declarado prefeito eleito.

De acordo com a Legislação Eleitoral, até que a decisão transite em julgado, isto é, seja definitiva, todos os candidatos têm o direito de concorrer às eleições. Porém, os votos dados aos candidatos que tenham pendência, serão considerado nulos e só serão transferidos se a candidatura for deferida em última instância. Segundo o TRE-PB, mais de 200 candidatos da Paraíba entraram na disputa com pendências.

G1PB

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627