Movimento pede o fim dos ‘privilégios para deficientes’

Publicado em terça-feira, dezembro 1, 2015 ·

deficientesA foto de um outdoor que teria sido colocado nas ruas de Curitiba está causando revolta nas redes sociais por pedir ‘o fim dos privilégios para deficientes’. Os responsáveis pela placa se apresentam como parte do ‘Movimento pela reforma de direitos’. O grupo tem uma página no Facebook onde divulgou uma foto do cartaz e suas reivindicações.

O movimento pede a redução das vagas exclusivas para deficientes (‘Quem já ficou horas atrás de uma vaga para estacionar, e sempre olhava para aquelas vagas de deficientes vazias, sabe como isso é importante. É para o bem-estar de muita gente.’), o fim das cotas para deficientes em empresas (‘Você tem ideia do quanto uma empresa precisa gastar para se adaptar para um funcionário deficiente?’), redução em 50% de filas e assentos exclusivos para deficientes (‘Todo mundo sofre com ônibus lotado e filas gigantes em bancos, não só os deficientes’), pelo fim da isenção de impostos na compra de carro zeroAs marcas de automóvel e o governo não vão pagar por esse desconto. Sabe quem vai? Eu, você e todo mundo que não tem culpa nenhuma de não ter deficiência’) e também pelo fim das cotas em concurso e pelo fim à gratuidade para deficientes.

Segundo eles, todas as ideias do movimento serão encaminhadas para a Assembleia Legislativa. ‘Iremos lutar por uma sociedade mais justa’, escrevem na página.

Representantes políticos já estão de olho na situação. A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) compartilhou a foto nas redes e repudiou o ato: ‘Imagem triste’, escreveu. Já Romário (PSB-RJ) disse que espera que a propaganda envolva algum tipo de ação de marketing em alusão ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado em 3 de dezembro.

Assim esperamos…

O Globo

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627