Militares emitem nota de repúdio contra Secretário e chamam de ‘preconceituoso’ o ‘isolamento’ no Roger

Publicado em sexta-feira, Janeiro 18, 2013 ·

Na noite dessa quinta-feira (17), o Clube dos Oficiais, a Caixa Beneficente e a Associação de Sub Tenentes e Sargentos da Polícia Militar da Paraíba encaminharam uma nota de repúdio ao Secretário da Administração Penitenciária do Estado (Seap), Walber Virgolino, que determinou por memorando, que os detentos do presídio do Róger e os PMS deixassem de ter contato na cozinha, como forma de conter a possível comercialização de drogas no local.

A nota enviada pelas entidades além de discordar da posição do secretário, afirma que a determinação de isolar os policiais militares dos presidiários, nessas condições, é uma acusação grave e que pressupõe a existência de provas cabais do envolvimento de todos os Policiais Militares que prestam serviço naquele presídio.

Confira a nota de repúdio:

CLUBE DOS OFICIAIS DA POLICIA E BOMBEIROS MILITAR

CAIXA BENEFICENTE DE OFICIAIS E PRAÇAS PM/BM

ASSOCIAÇÃO DOS SUB TENETES E SGTs DA PM/BM

Nota de Repudio

Tendo em vista às repercussões decorrentes de um memorando emitidos pelo Secretário de Administração Penitenciária dirigido ao Gerente Executivo daquela pasta, no qual são feitas acusações generalizadas aos Policiais Militares, as entidades representativas dos Policiais Militares e Bombeiros Militares, vêm a público repudiar e comunicar o seguinte:

Não concordamos com atitudes delituosas praticadas por policiais, civis ou militares, sejam quais forem às circunstâncias;

O conteúdo do documento em referência, ao afirmar que a determinação de isolar os policiais militares dos presidiários se destina a extinguir a comercialização de drogas, é uma acusação grave, que pressupõe a existência de provas cabais do envolvimento de todos os Policiais Militares que prestam serviço naquele presídio;

Se o Secretário de Administração Penitenciária dispõe de tais provas, com nomes e fatos concretos, que adote as providências cabíveis para que os verdadeiros responsáveis respondam na forma da lei, evitando que os demais Policiais Militares que prestam serviço naquele estabelecimento, sejam levianamente e injustamente acusados;

Lamentamos que o uso das inadequadas expressões utilizadas na correspondência oficial em questão, que pode ter sido fruto de uma legítima empolgação, inaceitável ingenuidade, ou indisfarçável predisposição, venha atingir moralmente toda Polícia Militar, que tem se dedicado a causa maior de proteger o cidadão Paraibano;

Diante desses fatos apresentamos votos de repúdio ao conteúdo do documento ora mencionado, ao tempo em que aguardamos que aquela autoridade faça a conveniente retratação publica para que o harmonioso convívio entre os integrantes das instituições de segurança pública seja preservado.

Francisco de Assis Silva – Cel PM Presidente do COPM/BM

Maquir Alves Cordeiro – Cel PM Presidente da CB/PM/BM

Marcílio de Lima Braz – Tem PM Presidente da ASSPOM

Paraíba.com.br

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627