Margareth define 2ª se recorre contra adiamento de eleições e culpa Polari por ‘manobra’ na UFPB

Publicado em sábado, Maio 26, 2012 ·

Margareth Diniz e Lúcia Guerra, candidatas que disputam cargo de reitora da UFPB

A reitorável Margareth Diniz afirmou neste sábado que definirá até a próxima segunda-feira (26) se irá ou não recorrer da decisão do Conselho Universitário da Universidade Federal da Paraíba de adiar o segundo turno das eleições para a reitoria da UFPB.

Diniz acusa o atual reitor, Rômulo Polari, de manobrar pelo adiamento. “Essa decisão do Consuni era esperado, afinal o reitor tem maioria. Ele criou 6 novos centros, com diretores protempores. São 12 diretores biônicos”, argumentou, insinuando que os esses novos diretores, que têm assento no Consuni votaram seguindo orientação de Polari. “Nós lamentamos isso”, diz.

Anteriormente, o segundo turno seria realizado no dia 30 de maio, agora, pela decisão do Consuni, o segundo pleito ficar transferido para depois do final da greve dos professores.

“Nós decidimos que segunda vamos aguardar os desdobramentos da reunião. Eu passei uma procuração para os advogados e eles estão avaliando. Hoje à tarde espero que eles me liguem com alguma posição”, contou a candidata.

Diniz informou ainda que recebeu muitas mensagens de pessoas indignadas com o adiamento.

Paulo Dantas

Paraíba.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627