Manoel Jr defende expansão da UFPB para Pedras de Fogo e Guarabira

Publicado em quinta-feira, Maio 3, 2012 ·

Foto: assessoria

Em pronunciamento na Câmara, nesta quarta-feira, 02, o deputado Manoel Junior (PMDB) defendeu o fortalecimento do ensino superior na Paraíba e cobrou do Governo Federal, a expansão da Universidade Federal da Paraíba – UFPB para os municípios de Pedras de Fogo e Guarabira.

Na opinião do peemedebista, é lamentável que a Paraíba ainda não tenha se integrado como merece ao processo de desenvolvimento nacional iniciado em 2003, no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A situação é tão grave, que em 1995, a economia paraibana era a quarta maior do Nordeste, ao final do ano de 2011, deve ter passado para a sexta posição.

Os indicadores sociais e de condições de vida da população paraibana estão entre os quatro mais deploráveis do Brasil. Ou seja, a Paraíba tem assistido anualmente sua economia regredindo, em termos relativos, no cenário nordestino, e é preciso mudar essa situação.

Para Manoel Junior, a única opção para a Paraíba sair dessa situação de atraso é através de um competente e exequível projeto de desenvolvimento socioeconômico.  Segundo dois aspectos são indispensáveis ao desenvolvimento da Paraíba:

1)  Educação de qualidade, em todos os níveis, para o seu povo;

2) Criação e operacionalização de um sistema estadual de geração, difusão e incorporação de ciência e tecnologia.

A queda na economia refletiu também, na educação paraibana. Entre 1995 a 2010, a Paraíba foi o Estado nordestino que apresentou a menor taxa de crescimento do número de alunos de graduação matriculados. Enquanto no Brasil, a população estudantil cresceu em média 209,7% e, no Nordeste, 290,5%, a Paraíba cresceu apenas 173,9%.

“É preciso recuperar a destacada posição do ensino universitário paraibano. Para isso dependemos do processo de expansão, democratização e modernização do sistema estadual de educação superior na Paraíba”, defende Manoel Junior.  “Para os paraibanos, essa questão é crucial, porque sabemos que a superação do seu subdesenvolvimento só virá pela boa educação, em todos os níveis, e pela geração, difusão e absorção de ciência e tecnologia”.

Em seu discurso, o parlamentar mais uma vez demonstrou o seu compromisso com a população de Pedras de Fogo e Guarabira e cobrou do Governo Federal a expansão da UFPB para os dois municípios.

“A expansão da UFPB para Pedras de Fogo e Guarabira será fundamental para o desenvolvimento socioeconômico de mais de 50 municípios da Paraíba”, defendeu o parlamentar. “Serão mais de 700 mil pessoas diretamente beneficiadas, nas áreas de ensino, pesquisa e extensão”.

Durante o pronunciamento, o deputado fez um apelo à presidenta Dilma Rousseff e ao ministro da Educação, Aloizio Mercadante: “Gostaria de enfatizar que foram quatro longos anos solicitando ao ex-ministro Fernando Haddad a ampliação da UFPB para Guarabira e Pedras de Fogo e durante todo esse tempo, recebemos a garantia da expansão, inclusive com o referendo do ex-presidente Lula, e até agora, nada aconteceu”.

Em recente conversa com a presidenta Dilma, o deputado recebeu a garantia da expansão da UFPB para os dois municípios paraibanos. “Estou fazendo o meu papel que é defender os interesses do povo paraibano e da minha terra natal [Pedras de Fogo] e serei incansável até que a autorização para a implantação desses dois campi seja oficialmente publicada”, explicou Manoel Junior.

Quando aprovado, o campus do Litoral Sul contará com o Centro de Formação Tecnológica e Social e ofertará cinco cursos de tecnólogos: Tecnologia da Produção Agroindustrial; Tecnologia da Pequena e Média Produção Agropecuária; Tecnologia da Informação e Computação; Tecnologia da Gestão Social e Comunitária, além de Bacharelado em Ciências Contábeis. No Brejo paraibano, o campus da UFPB terá implantado o Centro de Medicina e Saúde Pública com os cursos de Medicina; Enfermagem; Nutrição e Segurança Alimentar; Licenciatura em Química da área de Saúde; Licenciatura em Ciências Biológicas e Tecnologia em Radiologia.

“Posso assegurar que a implantação desses novos campi da UFPB será um divisor de águas no nosso Estado e consolidará o Litoral Sul e Brejo Paraibano como polos de desenvolvimento capaz de fomentar a prosperidade duradoura que a Paraíba tanto necessita”, finalizou Manoel Junior. O investimento necessário para a expansão da UFPB para esses dois municípios será de aproximadamente R$ 79 milhões e deverão ser alocados em três anos.

Assessoria

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627