PE BOSCO

MANIFESTAÇÕES

Publicado em sábado, julho 11, 2020 ·

As cenas de violência nos Estados Unidos quando policiais brancos mataram George Floyd em via pública, suscitou a indignação pelos países a fora. A causa da violência foi uma nota falsa no valor de 20 dólares. Pelo que entendi o dono do comércio tentou evitar aquela morte, mas a polícia insistiu em tirar a vida do ex segurança.

Pelo que também entendi a violência não se deu simplesmente por causa do dinheiro. Qualquer pessoa pode ser vítima de uma nota falsa e isso não é motivo para tirar a vida de um ser humano. O dinheiro jamais poderá estar acima das pessoas.

Por trás do fato está a desgraça do racismo que considera negro como se gente não fosse e, por isso, deve ser eliminada. Alguém dizia que uma questão brutal e desumana desencadeou algo positivo que são as manifestações.

De fato, não só nos Estados Unidos, mas em vários outros países, as pessoas foram para as ruas para externar as insatisfações; mostrar a indignação pela forma como as pessoas negras são tratadas simplesmente por causa da cor.

O Brasil também tem um histórico de grandes manifestações.  Nos anos 83 e 84 o povo foi às ruas de forma surpreendente no Brasil para ter o direito de escolher pelo voto o presidente da república, o que aconteceu pela conhecida emenda constitucional Dante de Oliveira.

Em todo caso, as mudanças acontecem com a manifestação das bases em cada país.  O Brasil mesmo em pandemia e, por isso, ainda de forma tímida, saiu para a rua em várias capitais nestes dias, condenando o racismo e defendendo a bandeira da democracia.

As manifestações do Brasil que certamente irão crescer se dão por conta do racismo e também por causa de pedidos isolados, inconstitucionais a favor da ditadura, do fechamento do congresso e do supremo. Os ministros, a OAB, o congresso, governadores, entidades da sociedade e associações estão de manifestando de forma dura contra essas praticas. Na verdade, se vive uma realidade muito atípica no Brasil, de total instabilidade e imprevisível.

Até a transparência sobre as mortes no Brasil está sendo sob ameaça de omissão para que a sociedade possa não acompanhar a real situação. As secretarias de saúde dos estados já estão fazendo uma contagem independente por não confiarem nesta tentativa do ministério da saúde para omitir a realidade.

Nunca podemos perder as esperanças, mas o cenário político, sanitário e econômico para os mais pobres é dos piores. Os mais abastados também não escapam da crise.

A única solução ou caminho viável é dizer não a tudo o que destrói a vida humana, estar do lado da vida e contra as instituições quando as mesmas defendem interesses desumanos.

 

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS
















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627