Mais de 81% dos paraibanos pretendem comprar neste Natal, aponta Fecomércio

Publicado em sábado, novembro 2, 2013 ·

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

As festas de final de ano estão se aproximando e com elas as famosas compras, que movimentam os consumidores e animam as expectativas do comércio. Neste ano, a Pesquisa de Intenção de Compras para o período, realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Econômicas e Sociais da Paraíba, revelou que 81,74% dos paraibanos pretendem fazer compras neste Natal.

O número de consumidores que manifestaram o desejo de realizar compras neste final de ano foi superior em 1,37 pontos percentuais se comparado ao mesmo período do ano passado. “Este aumento na intenção de compras para este final de ano pode ser atribuído, em parte, ao crescimento na massa real dos salários, à estabilidade no emprego e aos programas assistenciais, a exemplo do Bolsa Família. Além desses fatores, os empresários do comércio estimulam o consumo através de promoções e lançamentos de novos produtos que se tornam tentadores aos olhos dos consumidores”, explicou o Presidente da Fecomércio Paraíba, Marconi Medeiros.

 

De acordo com o levantamento, o vestuário (76,10%), mais uma vez, foi o item mais citado entre os presentes de maior procura, em seguida aparecem os calçados (38,44%), perfumes (21,65%), eletrodomésticos ou eletroeletrônicos (13,06%), pequenos presentes (8,77%), móveis (5,45%) e artigos de decoração (4,42%). Entre os eletrodomésticos ou eletroeletrônicos, os produtos mais apontados foram: televisor (34,48%), smartphone/celular (22,41%), computador/notebook (10,34%), tablet (8,62%), refrigerador (6,90%) e fogão (5,17%). Neste quesito, os entrevistados podiam citar mais de uma opção, por isso o somatório ultrapassa os cem por cento.

 

Com relação à forma de pagamento, a modalidade preferida dos consumidores entrevistados foi a compra a prazo (53,25%), destes 91,63% vão utilizar o cartão de crédito. Já os consumidores que pretendem comprar à vista atingiu um patamar de 46,49%, que relacionam a opção aos descontos oferecidos.

 

A pesquisa mostrou, ainda, que a maioria dos consumidores (21,56%) planejou gastar com compras natalinas valores entre R$251 e R$350. Em seguida, com 18,44%, aparecem os consumidores que estimam ter gastos de R$101,00 a R$250,00, seguidos por 17,66% que gastarão em torno de R$100,00.  Os que pretendem adquirir presentes acima de R$800 representam 11,69%. Já o gasto médio dos consumidores na compra de presentes este ano deverá ficar em torno de R$435, o que representa um aumento de 2,35% na comparação com 2012.

 

No que diz respeito ao período para a realização das compras natalinas, o levantamento revelou que a maior parte (45,19%) dos entrevistados pretende realizá-las no início de dezembro. Quanto ao local onde os consumidores pretendem fazer as compras, os shoppings da Região Metropolitana de João Pessoa foram os mais citados com 63,90% das respostas, seguido pelas lojas no Centro da cidade e nos bairros (52,73%). As compras realizadas pela internet foram indicadas por 17,95% dos respondentes, apresentando um crescimento de 2,04 p.p. quando comparadas ao ano passado.

Além de presentear, a maior parte dos entrevistados (21,02%) também gostaria de ganhar roupas neste Natal. Em seguida, vêm os eletroeletrônicos (20,17%), destes se destacam: celulares (52,63%), notebook (20,00%) e tablet (9,47%). Calçados, cintos e acessórios foram citados como opção para receber de presente por 10,62% e os eletrodomésticos aparecem com 10,40% das preferências. Entre os eletrodomésticos, os mais apontados foram: televisor (51,02%), geladeira (16,33%) e máquina de lavar roupas (14,29%). Neste quesito o entrevistado também podia citar mais de uma resposta.

A pesquisa também procurou saber o destino do décimo terceiro salário este ano. Do total, 44,52% vai gastar com as compras de Natal e 42,86% vão usar para pagar dívidas. O percentual dos que pretendem poupar atingiu 9,89%, seguido pelos investimentos (5,43%), gastos com lazer (2,22%) e gastos com saúde (0,32%).

Quando questionados sobre os gastos com as compras deste final de ano comparado ao ano anterior, 29,30% dos entrevistados informaram que vão gastar mais. Eles justificaram este aumento devido à situação financeira está “muito melhor” ou “um pouco melhor”.

 

Perfil do Consumidor

Entre os consumidores entrevistados, a maior parte é casada ou vive em regime de união estável (49,47%) e as mulheres são maioria (50,11%). Em relação à idade, aqueles de 21 a 26 anos (21,23%) estão em maior número. Quanto à renda, a faixa de maior expressão foi a de R$679,00 a R$1.356,00 (32,48%). Já no que condiz à escolaridade, os entrevistados com Ensino Médio completo correspondem a 42,25%. Quanto à inserção no mercado de trabalho, 72,40% exercem alguma atividade remunerada. Quando questionados sobre a estabilidade dos empregos, a maior parte dos entrevistados 50,73% afirmou que se considera “muito seguro”. E sobre a situação financeira, a maioria (38,85%) afirmou estar com uma situação financeira no mesmo nível do ano passado.

 

 

Metodologia

Os dados da pesquisa foram coletados com 471 consumidores na Região Metropolitana de João Pessoa, durante o período de 17 a 29 de outubro de 2012. A metodologia utilizada para escolha total da amostra apresenta um índice de confiança de 95,00% e um erro amostral de 4,51%.

 

 

Assessoria

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627