Maior São João do Mundo começa nesta sexta-feira sem Cássio e sem anúncio de primeira dama de CG como vice de Lucélio Cartaxo

Publicado em quinta-feira, junho 7, 2018 ·

Após o adiamento por conta da greve dos caminhoneiros, suspensão de exibição de algumas músicas protegidas pelo ECAD , e nova decisão Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) assegurando a realização da festa, a abertura do Maior São João do Mundo, enfim, acontecerá nesta sexta-feira (08), e está sendo esperada com expectativa. E não apenas pela grandiosidade da festa, que dura 30 dias e atrai quase de 2 milhões de turistas, mas também pelas especulações políticas.

Nos bastidores, surgiu uma especulação de que o prefeito Romero Rodrigues (PSDB) iria aproveitar a abertura do evento para anunciar o nome da esposa, a médica e primeira-dama Micheline Rodrigues (PSDB) como vice na chapa das oposições, encabeçada por Lucélio Cartaxo, do PV.

Em entrevista concedida nesta quinta-feira (07), o prefeito Romero Rodrigues descartou totalmente a possibilidade de aproveitar o ponta pé inicial dos festejos juninos para anunciar a esposa como companheira de chapa de Lucélio. O tucano garantiu que não iria misturar a festa tradicional com política, e enfatizou que todo o foco está voltado para a festa que movimenta a economia da cidade, e resgata as tradições, costumes e raízes de um povo.

“Vamos ficar focado no que é essencial para a questão cultural de Campina Grande, para a questão da promoção do turismo como foco no desenvolvimento econômico. Me desculpem, mas vamos deixar um pouco a política para outra ocasião.

Romero lembrou que o Maior São João do Mundo tem uma tradição de 35 anos, tendo sido criada pelo poeta Ronaldo Cunha Lima como o maior evento turístico da Paraíba.

“Portanto, a gente tem que concentrar todo o esforço na realização do evento, e deixar a política de lado. Até porque o prazo é mais distante e a eleição em outubro”, disse.

Ele enfatizou que a política é um tema distinto da cultura e será discutida no momento certo.

AUSÊNCIA DE CÁSSIO

Além do não anúncio da esposa como vice, outra ausência que será sentida na abertura do evento é a do senador Cássio Cunha Lima (PSDB). O tucano está em São Paulo, realizando exames, após uma labirintite. Ano passado Cássio participou da festa e acabou sendo recepcionado com uma sonora vaia.

 

Severino Lopes

PB Agora

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627