Lançamento da candidatura ao Governo de SP deve repercutir na política paraibana

Publicado em sexta-feira, agosto 9, 2013 ·

20130809091311 O PT fará hoje o lançamento informal da pré-candidatura do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, ao governo de São Paulo em 2014. O palco será um encontro estadual do partido em Bauru (330 km da capital), com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Circula-se que a antecipação se deu por conta dos recentes encontros de tucanos como o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) a lideranças do PMDB paulista.

Embora o senador Cássio tenha desmentindo que o almoço dele ontem (08) com o deputado e escritor Gabriel Chalitta (PMDB-SP), no restaurante Bella Sintra, em Brasília não tenha tido contornos políticos e sim literários, onde foi entregue os originais do livro ‘Amor em Terapia’, um dia após esse fato o PT paulista correu atrás do prejuízo e lançaram mesmo de forma informal o nome de Padilha como candidato a governador e já articulam a manutenção do apoio do PMDB, que tem citado o nome de Chalita como potencial candidato do partido.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Padilha acertou sua candidatura na semana passada, em reuniões com Lula e a cúpula do partido. Ficou combinado que ele só se assumirá na disputa após a implantação do programa Mais Médicos, que será discutido até o final do ano no Congresso.

O presidente do PT paulista, deputado Edinho Silva, avalia que a “única chance” de enfrentar a “máquina do PSDB” é antecipar a mobilização por Padilha. “Não dá para o PT ficar paralisado por causa das tarefas do Ministério da Saúde. Cometemos esse erro em 2010, quando lançamos Mercadante em cima da hora”, emendou, em referência ao ministro da Educação, que perdeu a eleição.

Após esses eventos, Padilha vai priorizar os compromissos como ministro. Deverá, no entanto, se juntar ao presidente estadual do PT, Edinho Silva, e o ex-prefeito Emídio de Souza, favorito para comandar o partido em São Paulo a partir de dezembro, nas negociações com potenciais aliados para 2014, leia-se o PMDB, que caso confirmado na aliança deverá produzir efeitos na Paraíba devido a forte ligação de amizade do ministro da Saúde com os irmãos Vital que já lançaram aa pré-candidatura de Veneziano Vital do Rêgo pelo PMDB.

pb agora

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627