Jovem é morto na praia do Jacaré ao tentar intervir em caso de homofobia; filho de advogado é acusado

Publicado em segunda-feira, agosto 8, 2011 ·

casos_de_policiaUm jovem identificado como Max Nunes Xavier, de aproximadamente 24 anos, foi morto na madrugada desta segunda-feira (8) em frente a um bar na praia do Jacaré, em Cabedelo na Grande João Pessoa.

De acordo com informações da delegada Aurelina Monteiro, da 7ª DD, o crime teria ocorrido após uma discussão entre quatro homens, dois deles homossexuais. Max Nunes teria defendido os homossexuais que estariam sendo vítimas de homofobia.

A família da vítima mora na praia de Intermares, em Cabedelo.

A delegada informou ainda que um dos homossexuais agredidos verbalmente acusou Aloísio Lucena, filho de um advogado criminalista e empresário da Capital, de ter cometido o crime. Ele é o principal suspeito e está sendo procurado pela Polícia.


Portalcorreio, com informações de Pollyana Sorrentino

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627