Jornal oficial chinês diz que imprensa não pode “atacar” governo

Publicado em quinta-feira, janeiro 10, 2013 ·

Nessa quarta-feira (9/1), o jornal oficial chinês Global Times publicou que “a liberdade de imprensa deve ter limites” e defendeu que “os meios de comunicação não podem atacar diretamente o sistema político da nação”, informou o portal EBC.
Crédito:Reprodução
Jornal oficial chinês diz que imprensa do país não pode dizer tudo o que quer
A censura à imprensa passou a ser fortemente discutida no país após um dos jornais mais liberais da China, o Semanário do Sul, ter tido um de seus textos alterados para favorecer o governo.
A intervenção gerou uma greve dos funcionários do jornal, que foram apoiados por leitores e ativistas dos direitos humanos.
“Ainda há coisas que os meios de comunicação chineses não podem por ora fazer. Os veículos não podem, por exemplo, atacar diretamente o sistema político da nação, que está consagrado na Constituição”, disse o Global Times.
Portal IMPRENSA

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627