João Pessoa volta aos seus dias de violência extrema; cinco homicídio numa única noite; estudante e evangélicos entre as vítimas

Publicado em sábado, Maio 19, 2012 ·

A noite de sexta-feira (18) e madrugada deste sábado (19) foi violenta em João Pessoa. Depois de experimentar uma temporada de redução significativa no registro de ocorrências graves, o pessoense foi surpreendido com cinco homicídios e uma tentativa, num intervalo de poucas horas.

Tentativa – Ilha do Bispo

Na Ilha do Bispo, José Jussier Alves da Silva, 18 anos, estava próximo à sua residência, na noite de sexta-feira, quando um adolescente de 14 anos chegou a pé e efetuou vários disparos contra ele, fugindo em seguida sem deixar pistas.

A vítima ainda tentou fugir, mas foi atingido com três tiros na cabeça e tórax, chegando a perder massa encefálica.

Segundo o irmão da vítima, ele era viciado em drogas. Jussier foi socorrido por policiais Militares para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena na Capital, onde está internado em estado gravíssimo.

Homicídio 1 – Jardim Alvorada

Uma mulher ainda não identificada foi assassinada com dois tiros de espingarda calibre 12 na noite desta sexta-feira (18), no Jardim Alvorada.

A vítima aparentando ter entre 25 e 30 anos, estava com os pés amarrados com fios e com tiras de panos enrolado no pescoço.
Ela levou um tiro de espingarda na cabeça e outro na perna direita, além de vários tiros de revolver pelo corpo.

Nenhuma testemunha foi encontrada para dar alguma informação sobre o crime de maneira a ajudar a policia a solucioná-lo.

Homicídio 2 – Rua da Areia

Junior de Souza Nascimento, 22 anos, conhecido como “Rato”, foi assassinado na noite desta sexta-feira (18), com seis tiros de revólver, sendo três na cabeça.

“Rato” morava Bayeux, era usuário de drogas e vivia perambulando pelas ruas de João Pessoa. Estava perambulando quando dois homens chegaram num veículo modelo Astra, desceram, foram até a vítima e o executaram.

Ele foi assassinado no Beco do teatro Santa Roza, embaixo do Viaduto da Rua da Areia, no Varadouro.

A vítima morreu com uma pedra de crack na mão, o que leva a polícia a acreditar que a vítima pagou com a vida a dívida que tinha com traficantes.

Homicídio 3 – Ônibus

José Willames dos Santos Lima, 18 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça na noite desta sexta-feira (18).

Willames, conhecido como “Pepe”, estava dentro de um ônibus da empresa São Jorge, que faz a linha Geisel/Alto do Mateus, vindo do trabalho, quando nas proximidades do Hospital São Luiz, em Jaguaribe, um homem anunciou o assalto ao coletivo.

No ônibus, além da vítima estavam outros três passageiros. A vítima se negou a entregar ao assaltante seu aparelho celular e foi assassinado com um tiro na cabeça.

O assaltante mandou o motorista parar o coletivo, desceu e saiu correndo em direção ao bairro Saturnino de Brito.

Homicídio 4 e 5 – Ilha da Santinha

Um grupo de amigos evangélicos da Assembleia de Deus de Várzea Nova resolveram sair para pescar no inicio da noite desta sexta-feira (18), na Ilha da Santinha no rio Sanhauá, divisa com o bairro de Mandacaru, quando dois rapazes do grupo foram assassinados a tiros.

Ao chegar à Ilha, os jovens Alexandre e Tiago, ambos aparentando terpor volta de 20 anos, ficaram para armar o acampamento, enquanto os demais saíram para iniciar a pescaria.

Os homens disseram que ouviram muitos tiros, quando retornaram para o local onde os rapazes haviam ficado, os dois estavam mortos.

O restante do grupo veio embora e comunicaram o fato a policia, que chamou os bombeiros para resgatar os corpos da Ilha. A equipe foi em duas lanchas, acompanhados dos peritos.

Segundo informações policiais, os jovens moravam em Várzea Nova e eram Evangélicos da Igreja Assembleia de Deus.

Com informações de Jaimacy Andrade (TV Correio) e Agnaldo Mota (Plantão 190)

Portalcorreio

Comentários

Tags : , , , , , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627