Hulk aceita jogar no sacrifício. Mas esse não é o único problema de Felipão

Publicado em segunda-feira, junho 16, 2014 ·

hulk-em-treinoHulk está disposto a jogar contra o México, nesta terça, em Fortaleza, mesmo com dores, caso não se recupere do problema que sentiu na coxa esquerda e que o fez abandonar o treino da seleção brasileira neste domingo.

UOL Esporte ouviu dois interlocutores do atacante que afirmaram que o jogador avalia valer a pena uma dose de sacrifício para não deixar de disputar uma partida sequer de Copa do Mundo. Nesse cenário, o atleta só não joga se o técnico Luiz Felipe Scolari achar melhor deixá-lo fora da partida.

Na entrevista coletiva concedida após sentir as dores na coxa, Hulk afirmou que saiu do treinamento para se preservar e que o caso não é grave. “Copa do mundo a gente quer jogar todos os jogos. E a seleção não está em caso de perder espaço, são 23 jogadores de qualidade e quem entrar vai ajudar a seleção”, disse o jogador.

O atacante do Zenit, da Rússia, tem um histórico de jogar mesmo contundido. Já atuou com dedo quebrado e sentindo dores musculares. Apesar de uma temporada desgastante na Europa, ele não foi poupado do amistosos contra Panamá e Sérvia, antes da estreia do Brasil na Copa do Mundo.

Maior problema, mas não o único

Hulk é único jogador da seleção com sérios riscos de deixar o time no jogo desta terça-feira, mas Felipão também tem outros jogadores com problemas físicos no time. A comissão técnica trabalha com uma lista de pelo menos cinco nomes de jogadores que preocupam: além do camisa 7, Thiago Silva, Fernandinho, David Luiz e Maxwell.

Uol

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br