Homem leva fora em boate, apanha com o próprio cinto de mulher e ainda é preso

Publicado em sábado, novembro 26, 2011 ·

Depois de surrar o agente de saúde mulher o denunciou à Polícia Militar

O agente comunitário de saúde, Cícero Darlem Araújo Caldas, de 50 anos, passou momentos difíceis na sexta-feira (25). O homem, que tem um metro e trinta centímetros de altura, estava em uma boate, quando tentou aproximar-se de uma mulher, mas ela recusou-o. Contrariado, Darlem tirou o cinto e ameaçou bater na moça. Mas, acabou sendo rendido pela jovem que tomou o sinto dele e passou a agredi-lo.

Depois de surrar o agente de saúde, uma das figuras mais conhecidas da região, a mulher entregou o cinto à Polícia Militar e denunciou Darlem, que terminou preso. “Eu fui jogado dentro da mala do carro da polícia como se fosse um porco. Fui humilhado e sofri constrangimento diante dos meus conterrâneos”, lamentou o agente de saúde.

Agente comunitário de saúde Cícero Darlem Araújo Caldas

Transportado na mala da viatura por 17 quilômetros, de Boa Ventura a Itaporanga, Darlem Araújo foi deixado em uma cela da delegacia local. “Fiquei preso aqui à noite toda, e só vim beber um copo d’água hoje pela manhã”, disse ele, que assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência e foi solto, mas deixou a delegacia intimamente machucado.

O servidor público chegou a questionar a necessidade da prisão, já que, ele não chegou a bater na mulher,” nem era minha intenção, pois eu nem tenho condições físicas para agredir alguém”.


Folha do Vale

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627