Hidra II: bacharel em direito está entre os presos durante a ação que combate tráfico em presídios

Publicado em segunda-feira, Maio 21, 2012 ·

A Policia Civil colocou em ação na madrugada desta segunda-feira (21) a segunda etapa da Operação Hidra, que desarticula esquema de tráfico de drogas gerenciado de dentro dos presídios sertanejos com a cumplicidade de funcionários públicos do sistema carcerário.

OPERAÇÃO HIDRA II

OPERAÇÃO HIDRA II (Foto: Cícero Araújo)

Ao todo, sete pessoas foram presas, dentre elas, um bacharel em direito – identificado como Acimedes Faustino Leite – que está sendo acusado de se passar por advogado e negociar favores nos presídios. Acimedes se formou no final do ano passado, mas ainda não possuía o registro da OAB. Outros mandados de prisões foram cumpridos.

O delegado regional da 5º DRPC, Cristiano Jacques, responsável pela operação, informou ao Portal Correio que os alvos desta segunda etapa são integrantes do esquema que atua fora dos presídios.

Eles seriam responsáveis pela execução das ordens dos chefões do tráfico, dadas de dentro dos presídios.

“Prendemos primeiro os facilitadores – funcionários e presos – mas algumas pessoas que ficaram do lado de fora das grades continuavam comercializando as drogas”, informou Jacques.

Para o delegado, a região de Patos está sendo palco das maiores operações policiais realizadas nos últimos meses.

“Patos hoje é o palco das maiores operações da Paraíba” revelou.

O comandante de policiamento regional II, Coronel José de Almeida Rosas, declarou que a ação foi realizada em conjunto entre as polícias civil e militar, além do GAECO, do Ministério Público da Paraíba.

operação hidra II

Material apreendido (Foto: Cícero Araújo)

No total, foram apreendidos aproximadamente três quilos de crack, cocaína, maconha prensada, um fuzil 762 de uso exclusivo, um revólver calibre 38, duas balanças de precisão, quatro canivetes, duas facas, dois cartões do banco Bradesco, 14 celulares, documentos, além de R$ 58 mil em cheques.

“Nossa missão é combater a criminalidade na região do Sertão. Para isso, agimos em conjunto com a polícia civil e com o Ministério Público a procura de traficantes” declarou o coronel.

Hidra I

A primeira etapa da operação Hidra foi deflagrada dia 21 de março na região de Patos. Na ação foram presas 21 pessoas, entre elas o diretor do Presídio Romero Nóbrega de Patos, Demitrius Dias, o ex-diretor Estênio Dantas e cinco agentes penitenciários.

Além deles, foram presos Valtecir Arruda Maciel, preso em uma fazenda na zona rural de São José do Egito (PE).

Durante oito meses, a Polícia Civil investigou o esquema, com direito a gravar imagens onde agentes penitenciários faziam escoltas de detentos do presídio da cidade de Patos para cometer os crimes.

As ordens para execuções e alimentação do tráfico de drogas na Paraíba ocorriam nos presídios de Patos com ramificações nas cidades de São Bento, Sousa e São José do Egito, em Pernambuco.

Significado de Hidra

A Hidra era uma serpente gigantesca e de muitas cabeças, que aterrorizava a região de Lerna, na Argólida. A picada da Hidra era extremamente venenosa, e contra o veneno não existia antídoto. Quando uma cabeça era cortada, outra nascia em seu lugar, e além disso uma delas era imortal.

Portalcorreio

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627