Greve paralisa escolas públicas da PB. Mais de 18 mil servidores reivindicam melhorias

Publicado em segunda-feira, Abril 22, 2013 ·

professoresEscolas do Estado e do Município da Paraíba deverão paralisar as atividades a partir desta terça-feira (23). A paralisação corresponde à convocatória da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) à 14ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, que será realizada entre 23 e 25 de abril. Além da greve nacional, o foco é a valorização dos profissionais em educação.

 

Na Paraíba cerca de 18 mil servidores do estado deverão aderir a greve além dos profissionais da educação da capital que devem deixar mais de 54 mil alunos sem aulas em João Pessoa.

 

De acordo com o presidente do SINTEP, Antonio Arruda, a Paraíba aderiu a greve pois acredita nas reivindicações propostas a nível nacional. “O Estado não tem cumprido as reivindicações, estamos cobrando o compromisso com educação. Só estamos reclamando o comprometimento com os nossos direitos, como é o caso do nosso salário à baixo do piso nacional”, explicou.

 

Para Daniel de Assis, presidente do SINTEM – JP, as principais reclamações são a aprovação do Plano Nacional de Educação (PNE), s valorização da carreira profissional, bem como a destinação dos royalties do petróleo e 10% do PIB para a educação.

 

Daniel ainda garantiu que os alunos escolas municipais da capital não serão prejudicados, pois terão assegurados os 200 dias letivos previstos em lei.

Cybele Soares

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627