Greve dos caminhoneiros chega ao 9º dia com filas, falta de gás de cozinha e alimentos na Paraíba

Publicado em terça-feira, Maio 29, 2018 ·

Apesar do acordo do Governo Federal com representantes da categoria, a greve dos caminhoneiros chegou ao 9º dia com falta de gás de cozinha e alimentos, e filas em frete aos postos de combustíveis na Paraíba.

No 9º dia de greve, já falta alimentos em hospitais e não há previsão para a chegada de gás de cozinha na capital paraibana. Os postos de gasolina já começam a ser reabastecidos com maior frequência e, na cidade de Santa Rita, Região Metropolitana de João Pessoa, a prefeitura divulgou nota informando que não tem como fazer a coleta de lixo por falta de combustível. Em Campina Grande, filas quilométricas foram registradas na manhã desta terça-feira, em frente a algjuns postos de combustíveis com os motoristas tentando abastecer os veículos.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Passageiros e Cargas do Estado da Paraíba, Antônio de Pádua, o sindicato não vai se posicionar sobre o assunto, pois a situação se trata de “uma greve sem comando”. O sindicato apoio o movimento, mas não vai se posicionar sobre o assunto.

Já o presidente do Sindicato de Condutores de Transporte de Combustíveis e Produtos Perigosos, Emerson Galdino, informou nesta segunda-feira, que os caminhoneiros estão dispostos a manter a movimentação no ponto de distribuição no Porto de Cabedelo. No entanto, ele afirmou que essa não é mais uma orientação do sindicato.

Em todo estado, não há mais botijão de gás disponível para os consumidores. As mercadorias na Empresa Paraibana de Abastecimento de Serviços Agrícolas (Empasa) estão chegando em menor quantidade. Produtos como cebola, cenoura e batatinha estão sendo encontrados com dificuldade.

 

SL

PB Agora

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627