Gravação secreta com voz de auxiliar pode comprometer candidato a prefeito

Publicado em quarta-feira, outubro 3, 2012 ·

Uma gravação comprometedora veiculada nas principais emissoras de rádios de Guarabira na manhã desta quarta-feira (3). No áudio, o diretor do II Núcleo Regional de Saúde, Cleonaldo Freire, aparece incitando funcionários a realizarem boca de urna no dia 7 outubro em favor do candidato a prefeito de Guarabira Zenóbio Toscano (PSDB). Com base no que se escuta, supostamente Freire cobra de cada servidor presente a reunião a massificação do trabalho próximo aos locais de votação.

Ainda com base no áudio, mais adiante o diretor do órgão comunica que serão distribuídos com os cabos eleitorais kit´s contendo certa quantia em dinheiro, o que, segundo os opositores, caracteriza escancaradamente o estímulo à compra de votos.

Durante a reunião, supostamente realizada no horário de expediente, o diretor do II Núcleo Regional de Saúde pede aos seus servidores para votarem ‘logo cedo’ e passarem o resto do dia fazendo boca de urna. Cleonaldo ainda completa: “Não se preocupe, por que se alguém for preso, vale a pena o esforço”.

A disputa ao governo em 2014 também é tema da reunião, conforme se ouve na gravação. O gerente do órgão afirma que o seu emprego e o de outros funcionários do Núcleo de Saúde dependem da eleição de Zenóbio Toscano esse ano. “Se na eleição para o Governo do Estado entrar Vené, Maranhão ou outro qualquer nós estaremos demitidos”, afirma.

Outra afirmação que pode configurar crime eleitoral se refere à liberação dos servidores públicos no horário de expediente para atividade político-eleitoral. A esse respeito e no que disse na reunião, Cleonaldo determina o seguinte: “Oficialmente, só podemos trabalhar a partir de cinco horas da tarde, mas, extra oficialmente, vou liberar vocês, essa semana, a partir das quatro horas. Não é para ir pra casa, mas, trabalhar mesmo”, exige.

O caso já foi denunciado a Polícia Federal.

Cleonaldo Freire é gerente do II Núcleo Regional de Saúde por indicação da deputada estadual Léa Toscano (PSB), esposa do candidato a prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB).

Providências – O advogado Fábio Mariano, um dos coordenadores jurídicos da Coligação ‘Guarabira da Gente’, informou que as providências junto a Justiça Eleitora da 10º Zona estão sendo tomadas, inclusive com a entrega do áudio ao juiz Gustavo Pessoa Tavares de Lyra.

Segundo Mariano – em um primeiro momento -a gravação caracteriza crime de abuso de poder político e econômico e, caso seja eleito, Zenóbio Toscano é passível de perda de mandato.

Mais PB

Com assessoria de imprensa da Coligação Guarabira da Gente

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627