Goiás x Fla reúne atacantes eficazes e incomuns no Serra Dourada

Publicado em quarta-feira, agosto 14, 2013 ·

Walter e Hernane são os goleadores de Goiás e Fla(Foto: Montagem sobre foto da Agência Estado)
Walter e Hernane são os goleadores de Goiás e Fla
(Foto: Montagem sobre foto da Agência Estado)

Walter já está cansado de ser chamado de gordinho pelo físico avantajado e fora dos padrões entre jogadores de futebol. Hernane, por sua vez, reconhece que não é craque, mas continua ouvindo críticas sobre as dificuldades técnicas. Mas, vá lá, eles têm respondido na bola com boas atuações e gols. Incomuns, mas eficazes. Walter é o goleador do Goiás no Brasilleirão. Já foram quatro no campeonato. No Flamengo, Hernane, que é reserva de Marcelo Moreno, tem três e divide o posto de artilheiro do time na competição com o volante Elias. Nesta quarta-feira, em jogo da 14ª rodada, as equipes se enfrentam no Serra Dourada, em Goiânia, às 21h50m (de Brasília), sob a expectativa de que a dupla apronte novas surpresas.

Desde que chegou ao Esmeraldino no meio do ano passado, Walter assumiu a artilharia do Goiás em todas as competições. Foi assim na Série B e no Estadual e, atualmente, é o goleador da equipe na Copa do Brasil e no Brasileirão. Em 2013, foram 19 gols, muitos deles golaços. O excesso de peso deixou de ser problema, apesar de sempre ser assunto. O jogador sequer tira a camisa durante os treinos na piscina. É o destaque da equipe que está em 12º lugar, com 17 pontos.

Hernane carrega sobre os ombros o peso de vestir a camisa 9 do Flamengo. Mas não reclama e tem suportado bem. Está longe de ser unanimidade entre os rubro-negros, mas nesta temporada vira e mexe aparece. Na graça e na desgraça, ele é o artilheiro do time em 2013 com 18 gols. O atacante foi um dos destaques do Fla-Flu de domingo. Na vitória por 3 a 2, marcou duas vezes, em uma delas com direito a finalização de letra. O Rubro-Negro tem a mesma pontuação dos goianos, mas está em 11º por ter melhor saldo de gols (1 contra -5).

A Rede Globo transmite a partida para RJ, ES, GO (menos Goiânia), BA, CE, RN, AL, PB, PI, Balsas (MA) e Região Norte. O jogo será exibido para todo o país pelo PremiereFC 4, em sistema pay-per-view, e acompanhado em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM com vídeos exclusivos.
header as escalações 2

Goiás: Enderson Moreira mexe o menos possível na equipe que arrancou empate do Botafogo na última rodada. Sem William Matheus e Hugo, suspensos, o treinador esmeraldino opta pela entrada de Eron na lateral esquerda. Ele fará sua estreia no Brasileirão. No meio, o escolhido é Renan Oliveira, que foi reserva contra os cariocas. O Goiás está definido com Renan; Vítor, Ernando, Rodrigo e Eron; Amaral, David, Renan Oliveira e Tartá; Paulo e Walter.

Flamengo: após a boa exibição no clássico com o Fluminense, Mano Menezes fez mistério sobre a equipe que mandará a campo no Serra Dourada. Testado e aprovado no meio-campo, André Santos permanece e deixa a briga pela condição de titular para Cáceres e Luiz Antonio. Suspenso contra o Tricolor, o paraguaio está novamente à disposição e é o favorito para uma formação mais cautelosa fora de casa. Na defesa, Chicão fará sua estreia no lugar de Marcos González, que está com a seleção do Chile. A provável escalação do Fla é: Felipe; Léo Moura, Chicão, Wallace e João Paulo; Cáceres (Luiz Antonio), Elias, André Santos e Gabriel; Nixon e Hernane.

quem esta fora (Foto: arte esporte)

Goiás: expulso diante do Botafogo, Hugo cumpre suspensão, assim como William Matheus, que recebeu o terceiro cartão amarelo. O volante Thiago Mendes está em fase final de recuperação de lesão muscular. Júnior Viçosa tem lesão no tornozelo, enquanto Mário Sérgio passou recentemente por cirurgia de hérnia inguinal.

Flamengoapesar de recuperado de uma lesão na coxa direita, Marcelo Moreno está entregue à preparação física e sequer viajou com a delegação para Goiás. Outra baixa está na defesa: González está com a seleção chilena e é desfalque.

header pendurados (Foto: ArteEsporte)

Goiás: Amaral, David e Valmir Lucas.

Flamengo: Elias, Léo Moura e Luiz Antonio.

header o árbitro (Foto: ArteEsporte)

Jailson Macedo Freitas (BA) apita a partida, auxiliado por Thiago Gomes Brígido (CE) e Adson Marcio Lopes Leal (BA). O árbitro já trabalhou em quatro jogos da Série A de 2013: Botafogo 2 x 1 Santos, Cruzeiro 1 x 0 Corinthians, Criciúma 0 x 3 Flamengo e Coritiba 5 x 3 Ponte Preta. Ele tem média de 2,75 cartões amarelos e 0,5 cartão vermelho por jogo. Além disso, assinala 28 faltas por confronto e deu apenas um pênalti. O Brasileirão de 2013 tem média de 4,2 cartões amarelos e 0,2 cartão vermelho. São 33,5 faltas por confronto e média de dois pênaltis por rodada.

header_estatisticas (Foto: arte esporte)

Goiás: o time não é apenas Walter, principalmente com Renan Oliveira e Tartá se movimentando para dificultar a marcação. Ainda assim, o Goiás tem o segundo pior aproveitamento de finalizações que viraram gol (6,5%), ainda que seja o sétimo que mais finaliza. Apenas 30% das finalizações foram certas, o pior desempenho no quesito. Ainda não perdeu como visitante e três das quatro vitórias foram conquistadas em casa. Um problema para seu ataque é ser o mais flagrado em impedimentos (43). É a sexta equipe que mais sofreu finalizações certas (71), considerando a média por jogo, e a quarta que mais permitiu finalizações certas entre o total de finalizações que sofreu (42%).

Flamengo: vitórias em clássicos e derrotas contra Bahia, Náutico e Ponte Preta. No entanto, o Flamengo tem potencial para quebrar a invencibilidade do Goiás em casa. O Mengão é o segundo time que mais conseguiu concluir em gol (75), mas o quinto com pior índice de finalizações que viraram gols (8,1%). Um dos motivos é que os goleiros adversários do Flamengo já fizeram 29 defesas difíceis, a segunda maior marca da competição. Só o líder Cruzeiro exigiu mais dos goleiros rivais.

header_na_historia (Foto: arte esporte)

No dia 24 de maio de 1992, Flamengo e Goiás se enfrentaram no Maracanã e, diante da torcida, o time rubro-negro levou a melhor e bateu o rival por 3 a 1. A partida foi válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano, que consagraria o Flamengo campeão. No primeiro tempo, Paulo Nunes abriu o placar após passe de Gaúcho e foi embalado pelos companheiros na comemoração. Na etapa final, Paulo Nunes devolveu o passe recebido e, desta vez, Gaúcho ampliou. Logo depois, Nélio foi derrubado na área, e Gaúcho converteu o pênalti. No fim, aproveitando falha da defesa rubro-negra, Cacau descontou para o time goiano.

 

Globoesporte.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627