Ganso resolve jogo morno, e Santos leva vantagem mínima para o México

Publicado em quinta-feira, abril 28, 2011 ·

santosEm uma partida de pouca emoção, uma finalização certeira de Paulo Henrique Ganso decretou a vitória do Santos na ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América. Sob os olhos de Pelé, que pela primeira vez em 2011 compareceu à Vila Belmiro, o meia camisa 10 marcou de fora da área e ajudou o time de Muricy Ramalho a vencer o América-MEX por 1 a 0, levando a vantagem do empate para o duelo de volta, na próxima terça.

Pelé, presença ilustre na Vila Belmiro preenchida por 11.417 pagantes na noite desta quarta, viu Ganso anotar o único gol do confronto desta quarta aos 38min da etapa inicial. Após assistência de Neymar, o atual camisa 10 santista bateu de fora da área e assegurou a quarta vitória consecutiva dos comandados de Muricy Ramalho no torneio continental.

Agora, o Santos pode jogar por um empate ou até por uma derrota por um gol de diferença (desde que balance as redes no México) para se classificar às quartas de final da Libertadores. O duelo de volta está marcado para terça-feira, na Corregidora de Querétaro (o Estádio Azteca, que costuma receber as partidas do América, será usado para o show do U2 na Cidade do México).

Se eliminar o América e passar às quartas de final, o Santos poderá topar com outro brasileiro nas quartas de final: o Cruzeiro, que também nesta quarta superou o Once Caldas por 2 a 1, na Colômbia,e obteve uma vantagem confortável para decidir a classificação em Sete Lagoas.

O Santos, agora, volta suas atenções para tentar chegar à decisão do Campeonato Paulista. No sábado, a equipe de Muricy Ramalho tem pela frente o São Paulo, às 16 horas, no Morumbi, na partida única da semifinal estadual.

O jogo
O confronto começou com um Santos sofrendo para vencer a marcação do time visitante na Vila Belmiro. Os mexicanos se posicionavam bem sem a bola e dificultavam o toque de bola dos comandados de Muricy Ramalho. O primeiro lance de mais perigo na Baixada Santista aconteceu apenas aos 29min do primeiro tempo, quando o meio-campista Nicolás Olivera arriscou de fora da área e fez Rafael saltar para fazer a defesa, espalmando para escanteio.

Com dificuldades para invadir a área mexicana, o Santos também recorreu aos chutes de longa distância para assustar o goleiro Guillermo Ochoa. Primeiro foi o volante Danilo, que arriscou com perigo aos 34min, fazendo a bola passar rente ao travessão.

Pouco depois, aos 38min, Ganso foi mais certeiro que o companheiro de meio de campo: o camisa 10 recebeu de Neymar próximo à meia-lua, dominou e bateu com a canhota, acertando um chute rasteiro cruzado no canto de Ochoa para abrir o marcador.

A etapa decisiva do confronto na Vila começou com um lance de perigo do Santos, logo aos 2min. Zé Eduardo encarou a marcação dentro da área e finalizou com perigo, e a bola raspou a lateral das redes do gol de Ochoa. A resposta dos mexicanos veio em um lance despretensioso aos 10min, quando Miguel Layún cruzou da direita e a bola bateu no travessão de Rafael antes de se perder pela linha de fundo.

O Santos, que quase não sofria pressão do ataque mexicano e via Neymar ser caçado em campo, tentou dilatar a vantagem antes do apito final. Na melhor oportunidade, quando Elano serviu Jonathan aos 29min, o lateral arriscou o chute cruzado, mas a bola desviou em Aquivaldo Mosquera e não assustou Ochoa.

Os mexicanos ainda terminaram a partida com dez homens no gramado: Layún, que havia entrado em campo no primeiro tempo, recebeu o segundo amarelo ao cometer falta em Léo nos acréscimos e ser expulso de campo.

Santos 1 x 0 América-MEX

Gol
Santos:
Paulo Henrique Ganso, aos 38min do 1º tempo
Santos: Rafael; Jonathan, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Danilo, Elano (Adriano), Paulo Henrique Ganso; Neymar e Zé Eduardo (Alan Patrick). Técnico: Muricy Ramalho

América-MEX: Guillermo Ochoa; Diego Cervantes (Miguel Layún), Aquivaldo Mosquera, Juan Carlos Valenzuela e Oscar Rojas; Diego Reyes, Rosinei, Nicolás Olivera (Vicente Sánchez) e Joaquín Martínez; Matías Vuoso (Ángel Reyna) e Daniel Márquez. Técnico: Carlos Reinoso

Cartões amarelos
Santos: Danilo, Adriano
América-MEX: Rojas, Mosquera, Layún

Cartão vermelho
América-MEX: Layún

Árbitro
Jorge Larrionda (URU)

Local
Vila Belmiro, em Santos (SP)

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627