Frei Anastácio registra elogio de revista francesa ao programa Minha Casa Minha Vida

Publicado em terça-feira, Março 5, 2013 ·

frei anastacioO deputado estadual Frei Anastácio (PT) aproveitou a repercussão da visita da presidente Dilma Rousseff à Paraíba para registrar nesta terça, (5) na Assembleia Legislativa, uma matéria especial que a revista francesa Le Monde fez sobre o programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal. “A revista reconhece que o programa é um grande sucesso”, disse o deputado.

Segundo o parlamentar, “é o Mundo elogiando o programa Minha Casa, Minha Vida. A matéria também ressalta a alegria das pessoas que saem de moradias precárias, feitas de papelão ou palafitas, e entram nas suas casas de alvenaria. A matéria define que é um programa para atender os pobre e diminuir o abismo do déficit habitacional”, ressaltou Frei Anastácio, relatando que a reportagem foi publicada no dia 23 de dezembro de 2012.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O petista destaca ainda que em três anos, o programa somou 934 mil moradias entregues. Esses dados são referentes ao final de 2012. Esse total representa 48% de 1,96 milhão de unidades residenciais que tiveram o financiamento contratado por meio do programa habitacional.

“A meta do governo é contratar 2,4 milhões de residências até 2014, com uma estimativa de investimentos de R$ 150 bilhões. Minha Casa, Minha Vida atende a famílias de três faixas de renda – até R$ 1,6 mil ao mês, entre R$ 1,6 mil e R$ 3,1 mil ao mês e de R$ 3,1 mil a R$ 5 mil. Nunca se viu isso na história do País” detalhou o deputado.É um programa para atender os pobre e diminuir o abismo do déficit habitacional”, afirma.

O parlamentar ressaltou ainda que até 2014, a presidenta Dilma afirma que serão construídas 2,4 milhões de unidades habitacionais. Esse é apenas um dos programas de governo do PT que visam o bem estar do nosso povo. “Por tanto, quero deixar registrado nos anais da Assembleia a matéria da revista Le Monde, que trago em anexo ao meu pronunciamento”, disse o deputado.

*Empréstimo da Cagepa* Durante sessão especial que debateu o pedido de empréstimo  da Cagep, Frei Anastácio ressaltou que um montante de mais de R$ 150 milhões  tem de ser realmente muito debatido. “O que se pede num é um empréstimo, mas que o governo do estado seja avalista da Cagepa para que a companhia possa fazer esse empréstimo. Hoje, a empresa de água da Paraíba conseguiu reverter o prejuízo para um lucro de cerca de R$ 700 mil reais. Será que uma boa gestão não tiraria, definitivamente, a empresa do vermelho”, questionou.

Frei Anastácio anunciou ainda que já tem um requerimento com o número de assinaturas mais que suficientes para abrir a CPI da Cagepa. O documento está com a assessoria jurídica da Assembleia. “Temos que encontrar onde está a sangria da empresa para conter esse prejuízo. Além do mais, o que estamos vendo com as poucas ações do presidente da Cagepa é que a empresa tem condições de se reestrutura sem precisar de empréstimo”, afirmou Frei Anastácio.

Assessoria

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627